.posts recentes

. O labirinto das emoções

. A sombra do que é a luz

. O que pode ter quem é

. O que diga por lágrimas

. O que realmente podemos f...

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Domingo, 23 de Agosto de 2015

Uma beleza exterior estonteante.....e nada mais....

Era uma vez uma donzela de beleza estonteante....Linda!

Cabelos da côr-do-Sol. Pele angelical.

Estonteante de cada vez que tocava o vento...em todo o seu ser...

Uma beleza mágica que desconcertava ...Uma beleza que não conseguia viver consigo mesma...

Irradiava uma luz enebriante que hipnotizava...Era tudo o que tinha....

A donzela apaixonou-se pela própria beleza ...quis humilhar as outras mulheres e ridicularizar os homens.

Em lado nenhum conhecemos verdadeiramente...a beleza interior....

Um olhar que fixava......para lá do que vemos....

Esqueceu-se de se conhecer...........

Cruzou-se com a superficialidade....

Quis ser mais bela do que o Sol...Quis transformar a sua beleza em perfume de coração....

Olhos nos olhos sem pestanejar....e enfrentou o Sol!

Mai uma vez...e outra vez!...

O Sol, impertubável, não percebeu bem o que aquela donzela estava a fazer...e continuou a irradiar luz a calor para todos, como sempre o fez...

Enganou-se a ela própria....

E ela cegou.....sem ter conhecido a vida....

A donzela tornou-se um erro...a luz tornou-se escura... e ela permaneceu errada!...

Retiraram-lhe a única coisa que tinha....

Cegou pela própria beleza....

 

publicado por antonioramalho às 16:06
link do post | favorito
1 comentário:
De Anónimo a 30 de Agosto de 2015 às 18:42
"Abençoaste o tesouro
Que eu deixei a teus pés
Levaste-o nas asas de ouro
Anjo da minha nudez"

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: