.posts recentes

. Dia internacional do beij...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Os ratinhos

. O que estamos a procurar?

. Porque és mulher

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Esses olhos

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sexta-feira, 19 de Setembro de 2014

Ter tudo...e sentir-mo-nos insatisfeitos......

Um dos dramas do século 21 é a capacidade de termos tudo...fama, dinheiro, posição social, sucesso, seguranças, honras.....e no fundo, sentirmo-nos insatisfeitos....

Ter uma sensação de vazio, de angústia...ter uma necessidade de algo mais profundo na vida.....

É possivel ter tudo externarmente e.......termos uma necessidade de transformação, de deixar a superficialidade...de mergulhar profundo no EU interior...desejar intensamente um significado e uma realização na vida.

Existem necessidades para além dos bens materiais....e que existem na dimensão do interior....Um centro localizado no interior e onde se funde a realidade e a sabedoria....Onde é possivel a unicidade entre os 3 pilares basilares da vida: pensamento, sentimento e acção.

É possivel ter tudo...e sentirmos uma resistência e os obstáculos ao fluxo da vida...

A vida não flui como uma verdadeira fonte de vida....Passa apenas a ser um desenbrulhar contínuo das diferentes camadas de acontecimentos diários, como o descascar de uma cebola....

Perceber que a vida tem uma finalidade....

A finalidade da vida é e será sempre o amor! Dentro de nós existe uma fonte de amor e de encantamento....

A verdadeira satisfação da vida está na harmonia entre a realidade e a fonte do amor...

A vida é muito mais do que aparenta ser...

O mistério da vida e da satisfação existem na sabedoria do próprio corpo...É esse mistério que aponta o caminho....A verdade está dentro de nós...

Temos que assumir o papel de criar uma nova realidade...

A necessidade de se descobrir e encontrar em si mesmo e iniciar um diálogo interior.

O que sentimos e o que temos a capacidade de expressar pelo amor mostra-nos o caminho...E que passa necessáriamente pelo anular do controle do Ego sobre a nossa acção.

O mundo exterior verdadeiramente não tem poder sobre nós....

publicado por antonioramalho às 18:02
link do post | favorito
1 comentário:
De Nita a 19 de Setembro de 2014 às 21:03
Concordo
Para nos sentir-mos felizes precisamos de dar e receber amor
Sem amor a vida não faz sentido
Sem amor vamo-nos sentir sempre insatisfeitos
Ao pé de um verdadeiro amor tudo o resto é pequeno

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links