.posts recentes

. Um amor sentado nas lágri...

. O amor é complicado....

. A insegurança, a incertez...

. Ondas do mar....

. Algures por aí.....

. A sua vida pertence unica...

.arquivos

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Segunda-feira, 17 de Outubro de 2016

Um amor sentado nas lágrimas infelizes.

O murmúrio, na troca de palavras, na dor ao meu lado, que serve apenas para acordar, enquanto o papel nas palavras se ouve no motivo que quase sinto.

Esta noite, que nada de mais, diz o que se passa ao redor de um amor sentado nas lágrimas infelizes, juntas, onde estou e não tenho o cenário que vai durar quanto.

Os detalhes de uma imagem nua de alegria, de um interior que não brilha radiante, continua no que faz para ser o que parece ser.

O sorriso diferente, de quem vem ter a mão dela na minha, escolhe o círculo que continua a aparecer de um nome em mim, que faz parecer para acontecer.

publicado por antonioramalho às 13:21
link do post | favorito
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2015

O amor é complicado....

O amor não é complicado em si mesmo, mas os seus interpretes...

O amor dá-nos conhecimento. Permite-nos ver aquilo que não víamos...permite-nos sentir aquilo que não sentíamos...

Permite-nos ser felizes....encontrar um sentido para a vida...

O amor é entendido pelos seres humanos no binómio dar e receber...E aí está o verdadeiro problema!

Seríamos todos felizes se o amor fosse entendido só na área do Dar! Dar amor e ser feliz!...O amor incondicional...

Mas o ser humano complica tudo! ...Porque quer sempre receber e, na maioria dos casos até, quer receber e não dar!..

O amor é complicado...porque estamos sempre a tentar encontrá-lo, vivê-lo e senti-lo..........permanentemente............quotidianamente...sem obstáculos......

Queremos sempre...porque encontrámos a luz...

Mas, às vezes, o amor, como o mais belo dia de SOl, pode ter dias de nevoeiro....Nesses dias, temos muito pouca visibilidade....fechamos o coração e asfixiamos a vontade...

...Os interpretes são ofuscados pelas luzes intensas...

O amor dá-nos asas para voar.....mas habitualmente nós cortamo-las....

publicado por antonioramalho às 00:54
link do post | favorito
Sábado, 10 de Janeiro de 2015

A insegurança, a incerteza e o medo....

A certeza não existe....

O caminho da felicidade faz-se pela mudança...Conseguir livrar-se de padrões de velhas atitudes e comportamentos...Conseguir livrar-se de pensamentos errados....

O caminho da felicidade faz-se pelo sentimento.....O único caminho da felicidade é o amor....

A necessidade de limpeza do sotão das velhas ideias e crenças....

A disponibilidade de abrir o coração....o saber o que se quer....e a coragem de lutar para ser feliz....contra tudo e contra todos...

Porque o caminho da felicidade é único...e curto...

Dar sentido à vida....na profundidade do que sentimos...

Experiências insuportáveis...não nos fazem crescer...Os resultados errados só nos fazem crescer se forem usados com sabedoria...

O preço que pagamos dos nossos relacionamentos reflecte-se em cada passo da caminhada...

A paciência para saber definir e sentir o amor...Só podemos caminhar pelos nossos meios..

Acreditar que não está nada errado em nós...a não ser a maneira errada de pensar...e não acreditar que é possivel!...

Viver com o medo certamente não fará ninguém feliz....

A confusão mental instala-sefrequentemente na caminhada....criando obstáculos....

O amor conserta a vida em cada acto...

A espera para ver a luz em cada acto de coragem...Escutar e observar o amor....

O amor sempre foi e sempre será a única coisa que precisaremos...

Deixar de ser um mero participante passivo na vida...à espera de milagres.....mas acreditar em si próprio,como um participante activo

Que resposta darás ao sonho ...pela falta de coragem?

As preocupações...precipitadas nas oportunidades da vida....

Perceber a disfuncionalidade das emoções tóxicas....Acções que não estabelecem pontes...

Perceber o que quer, o que sente, o que deseja...o que é!

Decidir o que está certo e errado....Descobrir o medo....

Interagir com o próprio medo....e perceber onde o amor doi...

Viver como resposta...em cada experiência...

publicado por antonioramalho às 08:38
link do post | favorito
Terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Ondas do mar....

Ondas do mar....que vão e vêm....num remoinho de pensamentos e acções, que se repetem, sem parar.... nem mudar...

As ondas do mar...são ideias...são pessoas....

Porque não mudam as ondas do mar?...Porque não mudam, quando se deve mudar?

Porque insistem em repetir os mesmos gestos... as mesmas atitudes...os mesmos erros?

Porque insistem em não mudar?......

As ondas do mar....continuam iguais.....sem parar...nem mudar.....

Porque a onda não deixa de ser onda....e o dia nunca será noite....

É poesia...é vida...é fechar a porta à felicidade....

As ondas do mar são pessoas que não querem mudar.....

publicado por antonioramalho às 22:20
link do post | favorito
Quinta-feira, 2 de Maio de 2013

Algures por aí.....

Algures por aí.......ficamos tristes......

Tantos momentos menos bons que a vida tem!.....

.................sentimo-nos deprimidos...vazios...e deixamos de acreditar.....sem forças para continuar a caminhar....

Há momentos tristes....há obstáculos que nos atingem.... Não há maneira de evitar....

Há quedas....Há dificuldades....há tormentos....há uma dor imensa.....

Mas não queremos deixar de acreditar...que amanhã..há outro amanhecer...e que há outro pôr-do-sol ...e que volatrão as estrelas a brilhar....

Algures por aí...há corações a sentir...e calor a emanar...

Algures por aí..não podemos deixar de acreditar...não podemos deixar de sentir que é possivel....

Algures por aí.....existe amor para dar e viver....Há imensa vida para viver....

A dor e o desencanto destroi-nos a beleza interior...e leva-nos para o caminho triste do medo....

Lutar estóicamente e sempre para nos protegermos ..Resistir ao processo de dor....

Não quero deixar de acreditar e de sonhar...que algures por aí...existe o respeito pelo outro...que existe integridade....

Na vida temos que deixar sair...para que outros valores possam entrar....

Onde está a porta....que deixa sair a tristeza e o medo?....Onde está a porta que deixa entrar o amor...e a vida....?

Onde está a porta que liberta a dor.....?

publicado por antonioramalho às 11:03
link do post | favorito
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

A sua vida pertence unica e exclusivamente a si....

A nossa vida é uma tela, como já referi noutro post.....

Nós somos os artistas da nossa própria vida....

As cores são-nos fornecidas!...

O quadro final depende apenas de nós próprios...somos nós que juntamos as cores...somos nós que optamos por esta ou aquela cor....somos nós que criamos a pintura final...

O grande problema....é quando permitimos que outras pessoas pintem a tela da nossa vida ..por nós!

O grande drama...é quando permitimos que outras pessoas tomem conta da nossa vida e...., de certo modo, que essas pessoas sejam as responsaveis pelas nossas decisões e opções...

As decisões que são efectuadas com base na opinião dos outros...as opções que são realizadas com base em crenças, preconceitos ou dogmas da Sociedade...as decisões que são feitas com base no medo...as opções que são efectuadas com base em pressões sociais, familiares ou do dinheiro..............................................................................

................................vão condicionar necessáriamente o quadro final da vida!...

As decisões que deveriam ser efectuadas com base no coração e no amor....passam a ser situações condicionadas pelos variadissimos factores e que levam, necessariamente, a consequências!

Os nosso actos são o reflexo das opções que tomamos....e essas consequências vão condicionar, por sua vez, o nosso destino!....e a nossa caminhada nesta vida....

Não podemos controlar o resultado final, não depende de nós exclusivamente, pois há variadíssimos factores internos e externos....mas somos responsáveis pelas decisões e opções que tomamos....e são essas que vão condicionar o nosso bem estar interior, a nossa realização pessoal e, em ultima instância, a nossa felicidade....

Nós somos educados, ensinados e condicionados desde que nascemos pelos Pais, pela Familia e pela Sociedade....mas, quando, criamos asas....e começamos a voar....somos nós que temos que voar......só nós.....

Para sabermos voar...temos que aprender com os nosso próprios erros...essas lições vão-nos permitir aperfeiçoar a técnica do voo....

Para sabermos voar temos que ser nós...a dar os primeiros passos...a tentar...a enfrentar os obstáculos e as dificuldades com que nos deparamos....

os outros, familiares ou não, podem dar-nos conselhos e opiniões sobre a melhor técnica para voar....mas, quem tem que dar o primeiro passo...e os passos seguintes...somos nós! Apenas nós!

E o que voa melhor...é o que tentou...que tentou e voltou a tentar...que aprendeu com os erros....e que aprendeu até com os erros dos outros....

Então porquê ...imensas pessoas ...permitem que sejam os outros a voar por elas?

Qual será o resultado final?

.............Inevitavelmente....serão pessoas inseguras...e infelizes...amarguradas...e frustradas....

Optar, decidir...e assumir as consequências....é a solução sempre.....Se foi uma opção erradas que fizémos....o tempo o dirá...mas ..mesmo que tenha sido errada...ficou sempre a lição importante e necessária...para evoluirmos como seres humanos....

Aliás penso mesmo...que ninguém consegue evoluir como ser humano...se não errar!!!!! 

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 13:35
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010