.posts recentes

. ...

. Onde podemos moldar a açã...

. Era esperado

. O beijo do amor

. O olhar fora da tela

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. Na direção da luz

. Carta aberta a Deus

. ...

. ...

. ...

. O caminho que estamos a s...

. ...

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sábado, 17 de Agosto de 2019

...

O porquê, no interesse que parecia dar

a palavra amor como certeza,

envelhece no esquecimento, de não entrarmos,

nos lábios que dizem segredos,

a andar só na verdade

como oportunidade de dar,

as lágrimas que não sabiam

o que esperemos,

na morada da vida,

que pensar o que deve ser a realidade,

ao que sabemos pensar porque não será,

na máscara de um beijo

que continuamos sem saber se damos,

ao que cuidaremos no sofrimento profundo,

na coincidência que é possível,

no momento que é um silêncio na ilusão,

à porta da dúvida como disfarce,

de ter vivido a descrença que levou as folhas secas,

ao corpo vestido de negro,

que se afasta da verdade

e espera por nós no medo.

publicado por antonioramalho às 11:16
link do post | favorito

Onde podemos moldar a ação

 

O oculto na fronteira sobre o que parece,

conta as cartas que podemos descobrir,

que não vêm do nada,

a revelar o desafio, na explicação que encontrar

o que é pintar o motivo,

na resposta da profundidade do quotidiano, a fazer

o que há, que significa ser

continuar o percurso que será o mistério,

no pensamento de ser

a razão da diferença

que não terá respostas, na chave da passagem.

publicado por antonioramalho às 11:04
link do post | favorito
Sexta-feira, 16 de Agosto de 2019

Era esperado

 

Por tudo o que tinha

na sua vida que decidiu,

por tudo o que tinha feito na vida,

desde o sucesso ao fracasso, que ser exigente

nos aspectos que seguisse

a oportunidade como transformação do sentido,

que muda o papel

nas linhas como vontade,

a justificar acreditar

o tempo na incompreensão,

que aproximar a primavera

na vantagem que não tem mal,

ao que mudasse o que procurava, que prepara a experiência que não é,

o que já era esperado

que parecia certo o desespero,

por encontrar

o que não estava, que não dizia respeito

ao que seguia a razão,

que precisa de uma lição,

na oportunidade em si mesma,

quando o seu sonho não tem fim.

publicado por antonioramalho às 15:02
link do post | favorito
Quinta-feira, 15 de Agosto de 2019

O beijo do amor

 

O que sonhou a minha alma,

que sabia que resulta,

à meia-noite que estará,

o que é possível, que tem mesmo de ser, felizes para sempre,

em meu coração que sabia que eras tu.

Nos teus gestos aprendi a viver,

para além da vida

pela tua imagem a paixão busquei,

porque o silêncio perdeu o medo, que pode ser encontrar,

no deserto para atravessar

o que é o querer, que vivemos para buscar,

o instante que é,

o beijo de amor,

na conversa que desperta em nós,

o que pensarmos combinar, ao espelho da minha vida

que deixei o paraíso para ser verdade,

na nossa história, que gostava de ser libertada para vencer,

o que é ver o amor de frente, na paixão que espera amar,

o que é o tempo e o desejo, que promete ser o que seja encontrar,

um final feliz que fosse aproximar,

a noite doce para buscar a luz, que se despe pelo caminho,

como amei a terra no meu desejo.

publicado por antonioramalho às 16:12
link do post | favorito
Quarta-feira, 14 de Agosto de 2019

O olhar fora da tela

 

O retrato do olhar fora da tela, encontra a poesia, que incorpora a tua beleza,

ao mesmo tempo que fala, sobre as sombras da sensualidade,

que podem ter a realidade.

São artefactos que associam a tradução, que parece escrever o poema,

que começa no acaso, anunciando o que dorme no amor,

na ilustração dos versos,

que rompem o retrato

na vida que rouba a poesia, que dizia escrever o que não poderíamos compreender, na poesia do contraste que é atravessada

na melancolia do amor.

publicado por antonioramalho às 15:36
link do post | favorito
Terça-feira, 13 de Agosto de 2019

...

O que vivemos,

na esperança a perguntar o que ensina o olhar,

de chegar em cada dia,

ao que oferece uma flor,

deixa o rasto

que pensamos, nos próprios passos

que o tempo apaga.

publicado por antonioramalho às 09:37
link do post | favorito
Segunda-feira, 12 de Agosto de 2019

...

Despir a luz do sol, na procura de ti, não esquece as sílabas do amor que cantavam aos sonhos, nos mares sorrindo à luz, como sentido do horizonte, de ser pintar o meu pensamento, num portão do anoitecer, a florir no teu caminho.

 

António Ramalho

publicado por antonioramalho às 18:23
link do post | favorito
Domingo, 11 de Agosto de 2019

...

O coração que se abre

como o teu nome

na máscara na própria ausência,

sorri ao não ser, acender o caminho

no azul de estar,

para marcar a vida que promete trazer muito tempo,

no desencontro que perdeu

o que estava a admirar o que também direi,

no mar sob o sol onde estou,

como um vento que mora no verão

que constrói a fonte na luz longínqua,

em cada dia onde estamos,

na flor como liberdade,

que continua a ser

o que deixa ficar a minha vida

no horizonte que diremos ser.

publicado por antonioramalho às 10:27
link do post | favorito
Sábado, 10 de Agosto de 2019

...

A ideia do nada, para pensar o que ninguém é, na própria ideia do que somos, a não ser, o que pensar de não ter, não consola a vida que foi o que seria possível perguntar, na verdade que respondeu aos limites, a sentir o que estava onde é, o que não tem.

publicado por antonioramalho às 10:54
link do post | favorito
Sexta-feira, 9 de Agosto de 2019

...

O espelho da solidão

que bebe o que digamos que é,

no passatempo de tanto espaço, torna-se sob o luar,

o que devora a noite,

à luz das velas que imaginam

o que precisa o tempo,

nas dúvidas vazias no olhar, buscando

os passos do silêncio que amavam o brilho perdido.

 

António Ramalho

publicado por antonioramalho às 21:50
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.Visitantes desde Junho de 2010