.posts recentes

. Dia internacional do beij...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Os ratinhos

. O que estamos a procurar?

. Porque és mulher

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Esses olhos

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quinta-feira, 3 de Setembro de 2015

O construtor da ponte....,.

Algures no tempo....nasceu alguém....

Alguém que ousou...tentar perceber o código da vida....remar contra a maré...

...alguém que ousou o impossivel...ir para lá do horizonte....ir para lá da própria vida.....

....unir  a terra e o céu, numa ligação indivisível............

...perceber o código da vida....

Uma tarefa julgada impossivel....

Colou poesia no coração...colocou pinceladas de amor em cada movimento....

e colocou um perfume em música de encantar...

Básicamente....quis pensar para lá de si próprio.....

Uma atitude simples e fácil...

As manhãs colaram-se ao anoitecer e a Lua encontrou o Sol....

Não havia espaço no tempo...nem tempo no espaço....

Tudo se diluiu e fragmentou no ideal...

As palavras mágicas que escrevia levaram-no a percorrer o Pôr-do-Sol.... Percorreu montanhas e oceanos...

Descreveu a sensação de amor nas ondas do mar....

Fragmentou cada pedaço da vida num todo invisível...

Deleitou-se no vento que acariciava as árvores...

O verde da vegetação que se une ao azul do céu...

...e mergulhou nas cores da dimensão da vida....

Sonhou e voltou a sonhar....com a verdade e a vida realidade.

Conheceu o amor e quis estender uma flor ao outro ser humano...

Uma flor vermelha em cada gesto, em cada olhar, em cada sorriso...em cada palavra....

O código da vida afinal era tão simples....

...o respeito e o amor....eram as chaves do código.....

O respeito pelo outro ser humano na base de uma vida feliz em amor...

Largar o egoísmo, a ira, a superficialidade, a luxúria, a arrogância, a inveja, o cíume...no poço mais fundo...

........e viver intensamente.....

publicado por antonioramalho às 11:02
link do post | favorito
2 comentários:
De Anónimo a 3 de Setembro de 2015 às 21:49
Lindo,verdadeiro
De Anónimo a 5 de Setembro de 2015 às 08:46
O mundo fecha portas mas Deus abre caminhos

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links