.posts recentes

. As letras da palavra AMOR

. Onde começa e acaba o amo...

. Uma janela. Uma porta

. A cidade como esboço

. O que escondem nas lágrim...

. Não acreditar na palavra

. O que é azul na cor quent...

. A vida, às vezes, dá-nos ...

. O amor que se turva

. Fecha os olhos!

. Viver

. Reescrever a palavra Amor

. Construir pontes na distâ...

. De que cor é o amor?

. EXISTE UM CÉU!

. É possível fazer mais (5)

. Numa só palavra

. Somos pessoas

. Em busca de…..uma porta!

. O nada que tem o olhar

.arquivos

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2015

O amor é complicado....

O amor não é complicado em si mesmo, mas os seus interpretes...

O amor dá-nos conhecimento. Permite-nos ver aquilo que não víamos...permite-nos sentir aquilo que não sentíamos...

Permite-nos ser felizes....encontrar um sentido para a vida...

O amor é entendido pelos seres humanos no binómio dar e receber...E aí está o verdadeiro problema!

Seríamos todos felizes se o amor fosse entendido só na área do Dar! Dar amor e ser feliz!...O amor incondicional...

Mas o ser humano complica tudo! ...Porque quer sempre receber e, na maioria dos casos até, quer receber e não dar!..

O amor é complicado...porque estamos sempre a tentar encontrá-lo, vivê-lo e senti-lo..........permanentemente............quotidianamente...sem obstáculos......

Queremos sempre...porque encontrámos a luz...

Mas, às vezes, o amor, como o mais belo dia de SOl, pode ter dias de nevoeiro....Nesses dias, temos muito pouca visibilidade....fechamos o coração e asfixiamos a vontade...

...Os interpretes são ofuscados pelas luzes intensas...

O amor dá-nos asas para voar.....mas habitualmente nós cortamo-las....

publicado por antonioramalho às 00:54
link do post | favorito
5 comentários:
De Anónimo a 13 de Janeiro de 2015 às 00:09
A noite almeja,
no brilho de cada estrela,
o cintilar do teu olhar.
De Anónimo a 13 de Janeiro de 2015 às 06:51
Apesar dos dias de nevoeiro, na tela da vida há pinceladas que deixam marcas para alem da pele...que se entranham e crescem...Embelezam de forma única o inacabado quadro da vida.
De Nita a 13 de Janeiro de 2015 às 14:26
"Falar sem aspas
amar sem interrogações
sonhar com reticências
viver sem ponto final"
O amor quando é verdadeiro não é complicado,o amor tem força para mover montanhas
O amor é um sentimento forte,lindo,leve...
De Anónimo a 19 de Janeiro de 2015 às 10:28
O amor é como o vento não se vê mas quando existe sente-se e quando não existe sente-se a ausência
De Anónimo a 11 de Março de 2015 às 11:41
O amor é tão simples que ninguém entende

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010