.posts recentes

. Dia internacional do beij...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Os ratinhos

. O que estamos a procurar?

. Porque és mulher

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Esses olhos

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

As gavetas dos sonhos...........

Era uma vez uma criança que tinha, no seu quarto de vida, um armário com 3 gavetas.

As gavetas dos sonhos: a gaveta dos sonhos possiveis, a gaveta dos sonhos não possiveis e a gaveta dos sonhos impossiveis.....Estavam fechadas a um canto de uma vida. Tinham um segredo: só se abriam quando se concretizassem os sonhos...

A criança tinha nascido pobre...Mas tinha imenso amor, coragem e determinação...Tinha sonhos, imenso sonhos....

Como qualquer criança e jovem, começou a sonhar muito cedo....Sonhos possiveis de se realizarem..se acreditasse, se lutasse e se trabalhasse ...

Estudou, trabalhou incansavelmente e nunca deixou de acreditar que era possivel ir mais além, que era possivel conseguir chegar às suas metas e aos seus objectivos...

Ao longo da juventude, as gavetas dos sonhos possiveis foram-se abrindo, a pouco e pouco, uns sonhos atrás dos outros....

Quando chegou a adulto, a gaveta dos sonhos possiveis ficou totalmente aberta: conseguiu concretizar todos os seus sonhos possiveis!...

Já homem, nunca deixou de acreditar que era possivel fazer algo mais pelo Mundo e pelos outros....Não se encerrou no seu casulo...Olhou para fora!

Estudou, trabalhou sempre o interior e acreditou...nunca deixou de acreditar!

Tantas pessoas a precisar de ajuda, de compreensão, de carinho, de uma palavra amiga....de amor....

O Mundo a precisar de pessoas que lutem pela verdade e pela justiça....

A gaveta dos sonhos não possiveis começou a abrir-se aos poucos: umas vezes com dificuldade, outras vezes mais fácilmente do que era suposto ser possivel...O Mundo precisava de todos...precisava de amor verdadeiro e sobretudo, precisava de entendimento entre os homens baseado no respeito. O respeito pelos outros na sua essência e nas mais pequenas coisas.

"Não fazer aos outros o que não gostamos que nos façam a nós" sempre foi o lema daquele homem, que apenas sabia que era um humilde caminhante a aprender a ser melhor ....

Um dia, o homem, já muito velhinho, quando estava a morrer...olhou uma última vez para a gaveta dos sonhos..E, espantosamente, a gaveta dos sonhos impossiveis, começou a abrir-se...

Nessa altura, num ultimo suspiro, o velhinho sorriu...........para aquele homem tinha valido a pena ter vivido, trabalhado tanto e amado...era feliz!

E a gaveta dos sonhos impossiveis abriu-se....

Foi o sorriso daquele homem, um sorriso de amor contagiante, verdadeiro e puro, que abriu a gaveta dos sonhos impossiveis...

publicado por antonioramalho às 08:49
link do post | favorito
2 comentários:
De Nita a 28 de Agosto de 2014 às 16:40
"O sonho é o olho da vida"
Mia couto
De Anónimo a 7 de Setembro de 2014 às 12:20
‘…nega-me o pão, o ar,
a luz, a primavera,
mas o teu riso nunca
porque sem ele morreria.’
Pablo Neruda

Ah! Se o mundo inteiro visse, esse teu lindo sorriso… Um novo tempo surgia, de esperança e de bondade…

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links