.posts recentes

. Dia internacional do beij...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Os ratinhos

. O que estamos a procurar?

. Porque és mulher

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Esses olhos

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quarta-feira, 14 de Novembro de 2012

Alguém já lhe perguntou...o que é que te faz feliz?

Vivemos num Mundo superficial e egolatra. Virados para dentro...nunca nos questionamos...sobre o outro(a) com que nos relacionamos.

Estabelecemos que o viver a dois é uma relação estática!....Errado!

Estabelecemos que o outro (a) é que tem que se adaptar a nós!...Errado!

Estabelecemos que temos sempre razão...e que o outro (a) não tem!...Errado!

Estabelecemos que nunca nos devemos colocar no lugar do outro (a) (processo de empatia), mas que o outro (a) é que se deverá colocar no nosso lugar!...Errado!

Aprendemos, desde muito cedo, que o Mundo deve girar ao nosso redor...e não percebemos que nas relações a dois há uma intersecção de dois Mundos.

Básicamente, e de maneira simplista, funcionamos como círculos!..

O meu círculo e o círculo da outra pessoa. Nunca, a bem duma relação, os círculos se deverão intersectar totalmente.

Os círculos devem intersectar-se, em maior ou menor área segundo as atitudes, comportamentos e personalidades das duas pessoas, de modo que haja um campo de união, de partilha e sintonia....

Existe um campo, correspondente a cada um, que não se intersecta numa relação a dois. É o campo do Eu interior, o campo de liberdade de cada um, o campo da individualidade, da realização e da afirmação pessoal..

Uma relação a dois deve proporcionar um espaço a cada um..... uma área de liberdade...porque o amor é liberdade, é autorealização pessoal...

O amor não deve asfixiar, não deve sufocar.....

Na área onde os dois campos se intersectam....deverá existir partilha, diálogo, união, sintonia.....deverá existir dialogo.... presença... afectividade.. amor.... 

É a área onde existe uma relação dinâmica...que deve ser trabalhada diáriamente.....

É a área onde o um deseja o melhor...... e quer fazer feliz o outro(a)....

É a área onde se deseja o melhor para o outro............

Mas....nesta área.....existem habitualmente muitos déficits.....da comunicação, do diálogo, da compreensão, da tolerância, da simpatia, do querer o melhor para o outro, da empatia, do amor, da paciência......tantas áreas para trabalhar numa relação a dois....e que são descuradas.....porque se assume a sensação de posse nessa mesma relação...É meu, é minha!.....

No fundo.....a questão básica é....já perguntou ao outro (a).....

......o que é que te faz feliz?

..............o que é que te faria verdadeiramente feliz?

....como é que te posso fazer feliz?............

 

 

 

 

publicado por antonioramalho às 15:37
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links