.posts recentes

. Dia internacional do beij...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Os ratinhos

. O que estamos a procurar?

. Porque és mulher

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Esses olhos

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Domingo, 18 de Dezembro de 2011

O vazio interior, a maldade e o amor.......nos caminhos da vida

Era uma vez um caminhante chamado vazio....vazio interior.....

Caminhava solitário pelos caminhos da vida...sózinho....pelos caminhos e socalcos da vida....porque ninguém o queria....naquele Mundo.....porque não dava alegria a niguém.....apenas causava angústia!.......Não confortava niguém....apenas gerava ansiedade!....Não dava felicidade a ninguém ...apenas desamor!.....

Mas ...não desistia de procurar companhia.....

Um dia.....encontrou um caminhante desconhecido para ele....nunca o tinha encontrado por aqueles caminhos.....

Tentou que o acompanhasse....tentou unir-se a ele.....para encontrar as pessoas e viver nelas.....

Mas o caminhante desconhecido....não lhe ligou nada.....

Eram totalmente opostos.....Chamava-se amor!.....Viviam em dimensões totalmente diferentes.....

Não eram compatíveis....Nunca poderiam viver juntos.....

E afastaram-se definitivamente ....nos caminhos da vida.....

Continuaram a caminhar....cada um para seu lado.....

O vazio interior percorreu caminhos e atalhos.....Por fim....encontrou-se com alguém pela qual sentiu uma atracção irresistível....era a maldade!...

A maldade...também andava há tempos...a procurar companhia.....eram semelhantes...eram iguais....eram o um e o outro...

Em qualquer momento,...e a todo o momento....o vazio interior vivia sempre com a maldade...tornaram-se inseparáveis....

E assim......encontraram....as pessoas más...e viveram lá para sempre....

Quem vive na maldade.....tem sempre lá...um vazio imenso...e uma tristeza e infelicidade sem fim....

Ao invés......o amor também continuou a caminhar...e acabou por encontrar.....a bondade....

Eram iguais....eram semelhantes....eram a continuação um do outro....

Eram totalmente compatíveis......

E assim viveram juntos.....sempre juntos......o amor e a bondade... ..nas pessoas boas.....realizando felicidade e vivendo a felicidade a cada momento....

Onde há pessoas boas...há sempre imenso amor para dar.....

Onde há pessoas más.....há sempre um vazio interior.....que atormenta....

publicado por antonioramalho às 17:19
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links