.posts recentes

. Dia internacional do beij...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Os ratinhos

. O que estamos a procurar?

. Porque és mulher

. ...

. O que traduz o amor

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. Esses olhos

. ...

. ...

. ...

.arquivos

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sábado, 14 de Março de 2009

O velhinho que vendia sementes de luz....

Era uma vez um velhinho que vendia sementes de luz....

Num espaço sem tempo, percorria cidades e vilas a tentar vender algumas sementes que possuía....

....Mas, por mais que tentasse, vendia poucas, muito poucas..sementes de luz...As pessoas preferiam comprar luzes coloridas, fáceis, tentadoras e falsas....Contentavam-se com pouco..queriam fácil...queriam rápido...preferiam o superficial...

..Mas aquelas luzes eram enganadoras..não iluminavam na escuridão...Só iluminavam quando havia claridade...quando o Sol estava presente...Porém, não exigiam cuidados e trabalho interior para crescerem....

O velhinho tentava vender as sementes de luz....Vendia apenas uma aqui, uma acolá....Mas não perdia o sorriso, não deixava de tentar...

Apregoava sempre:

- Quem quer comprar sementes de luz para a escuridão? Quem quer?

As pessoas que por ele passavam perguntavam sempre:

- É preciso regá-las com amor, compaixão e humildade?

-Sim, sim! -respondia o velhinho...Só assim se transformam em luzes de verdade.... São as únicas luzes que iluminam na escuridão...

-Assim não queremos! As luzes coloridas não precisam desse trabalho interior e são fáceis de encontrar...

O velhinho dizia sempre:

- Mas essas luzes não vão iluminar o caminho, quando a escuridão varrer a Terra!

As pessoas riam sempre do velhinho...diziam que era tolo!

Mas o velhinho continuava o seu caminho, indiferente aos comentários jocosos sobre o que ele dizia...

Um dia, o velhinho, que vendia sementes de luz....morreu!

Anos mais tarde, num dia triste, a Terra mergulhou na escuridão..imensa...

E só nessa altura as pessoas perceberam que as luzes coloridas e atraentes..eram falsas, porque não iluminavam.....

Imensas pessoas se perderam na escuridão.....

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 21:27
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links