.posts recentes

. O labirinto das emoções

. A sombra do que é a luz

. O que pode ter quem é

. O que diga por lágrimas

. O que realmente podemos f...

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Domingo, 26 de Abril de 2015

A vida não tem que ser amargurada......

A vida é ela própria....

Não poderemos escapar ao sodrimento e à dor....O sofrimento existe...é real....está lá....

É possivel identificar as alegrias e os momentos maus da vida....

Uma coisa são os acontecimentos em si mesmo...outra coisa é a interpretação que nós fazemos....

Duma maneira geral vivemos obecados pelo problema e não pela procura da solução....

A chave do segredo determina o que sentimos....

Duma maneira geral complicamos....quando devemos simplificar.....

E a alegria de viver que se escapa entre os dedos.....

Somos nós...sobretudo nós que....não produzimos amor em nós e nos outros....

Somos nós que desanimamos...que não temos esperança...que não temos fé,....

E os acontecimentos que vivem por eles próprios....

A realização da cura há-de acontecer.....na mudança de atitude....

A alegria de viver está sempre lá....nós é que não a vemos....e, sobretudo, não a conseguimos envolver...

A reprogramação mental....faz que possa acontecer mesmo....

Poderemos mesmo escapar ao sofrimento.....na liberdade interior que encontra o caminho...

Tocar o amor e não esquecer....

Tocar a vida em cada gesto....

Porque a alegria de viver ....nasce em cada experiência de vida.....

publicado por antonioramalho às 19:03
link do post | favorito
Sábado, 25 de Abril de 2015

O ponteiro da felicidade aponta sempre para...o amor!

A humanidade esforçar-se sempre por querer eliminar a guerra ...com a guerra....

A Sociedade teima sempre em responder na mesma moeda ao desamor, ao ódio e à violência....

Mas a bússola da felicidade...está virada sempre para o mesmo centro magnético..

Quando a vida é escuridão....a agulha está lá sempre a apontar o caminho....mas nós não a vemos....

Quando a vida são obstáculos e mais obstáculos....

Quando os genes do ser humano nos apontam o caminho oposto....a bússola da felicidade está sempre a apontar para o amor...

Não percebemos que esse é o caminho....

Não queremos ver que esse é o caminho.....

Quando ao lado as pessoas respondem à violência com a violência.....

Como podemos entender que o caminho certo é o oposto?

Como podemos perceber que o ser humano tem errado e continuado a errar?

Quando reina a desarmonia e a injustiça, como podemos perceber que o caminho ...é o Bem?

É difícil de explicar a quem sofre imenso que o caminho...é a luz?

É a transformação que nos permite ver na escuridão....

É a solução....

É o caminho....

É a luz....

Mas o ser humano prefere frequentemente o caminho oposto....

Não gosta da serenidade do mar....Prefere o deserto...

A vida deveria ser....saber aproveitar a vista maravilhosa...

A vida deveria ser simples e fácil...

A vida deveria ser uma paz interior permanente...

Mas o ser humano prefere achar que o espaço interior é pequeno....e prefere o exterior...

Deveria haver uma porta misteriosa....que nos dissesse...que não se devem desperdiçar espaços...

Deveria haver uma porta misteriosa que nos permitisse deixar entrar a luz....

O nosso espaço interior está frequentemente muito escuro.....e não sabemos criar janelas para a luz entrar....

Nem sabemos que estamos numa casa flutuante.....e que o sonho esta sempre por se realizar...

A bússola não aponta a agulha para os detalhes....aponta para cima....

 

 

publicado por antonioramalho às 19:27
link do post | favorito
Sexta-feira, 10 de Abril de 2015

Abrir o coração....

Encontrar o lugar e sonhar....

Escutar o silêncio...

Pedir a vida...Uma súplica, uma pintura...uma canção, um raio de Sol....

Escutar o teu silêncio....nas páginas em branco....

Abrir o coração em teu estar...páginas de azul do céu...

Querer viver em plenitude ....e saber que é possivel ser feliz...

Ver a realidade..para lá do visível...

Abrir o coração....e sonhar...sentir a vida em nós...sem fingir o olhar....

Saber de nós..escutando o silêncio...na chave que abre a realidade

Para ser feliz...abrir o coração..olhar para a vida e conseguir ver...em cada página de um dia...

Olhando o Sol...e abrir o coração...

Sentir a chuva.... e abrir o coração....

Estar para lá do que vemos...sentir para lá do coração...

Por querer estar...por querer viver...por querer ser.....

Abrir o coração e esperar....o melhor....entregar o desejo numa noite...

Horas de vida...que esperam o sabor do amor...

Acordar, mostrar quem somos...e brilhar na luz...

Porque não vemos verdadeiramente com o olhar..., mas com o coração....

Porque não sabemos ver, porque não conseguimos ver...

A chama que brilha na fogueira do anoitecer...

A força de um querer mais no amor...e na vida....

E esquecermo-nos de nós próprios.....

Abrirmos o coração...e termos a oportunidade de crescer....Construirmo-nos a nós próprios....na relação com os outros....

 

publicado por antonioramalho às 17:04
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30

.links