.posts recentes

. A sombra do que é a luz

. O que pode ter quem é

. O que diga por lágrimas

. O que realmente podemos f...

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

. O que guiava os seus pass...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sábado, 24 de Janeiro de 2015

Há momentos em que nos sentimos verdadeiramente sós..........

São momentos difíceis na vida....

É verdade que nos temos que centrar em nós próprios...É verdade que temos que aprender a amar, sempre, em contínuo, independentemente das circunstâncias...

É verdade que o segredo da vida é o amor...

É verdade que só amando intensamente cada momento da vida, vivemos verdadeiramente...

É verdade que sem amor...a vida não tem sentido...

O caminho do amor deverá ser vivido sempre em paz e alegria...O caminho do amor estará sempre ligado à superação do desejo e dos medos...A paz interior estará indissociavelmente ligada a esta superação...Saber superar os nossos desejos e os nossos medos..

O caminho do coração volta sempre para a nossa própria experiência...

O caminho somos nós mesmos....

A arte de amar deveria ser ser o propósito básico e essencial da vida...

Mas viver o amor...avançar no caminho da descoberta...encontrar o significado do amor....é o resultado da profundidade da experiência...

Perceber o significado de cada palavra, em cada gesto, em cada olhar...

Não é só um pensamento, não é só uma acção, não é só um sentimento...

São experiências de amor no entusiasmo do coração...

Mas há momentos em em que nos sentimos verdadeiramente sós....em que ninguém parece gostar de nós....em que ninguém parece existir para nos abraçar...em que não existe ninguém para nos sorrir...

Nesses momentos, nesses dias....apetece fechar os olhos e esperar que o amanhá apareça....

Para lá do muro existe sempre o desejo do amor....

publicado por antonioramalho às 20:31
link do post | favorito
Segunda-feira, 12 de Janeiro de 2015

O amor é complicado....

O amor não é complicado em si mesmo, mas os seus interpretes...

O amor dá-nos conhecimento. Permite-nos ver aquilo que não víamos...permite-nos sentir aquilo que não sentíamos...

Permite-nos ser felizes....encontrar um sentido para a vida...

O amor é entendido pelos seres humanos no binómio dar e receber...E aí está o verdadeiro problema!

Seríamos todos felizes se o amor fosse entendido só na área do Dar! Dar amor e ser feliz!...O amor incondicional...

Mas o ser humano complica tudo! ...Porque quer sempre receber e, na maioria dos casos até, quer receber e não dar!..

O amor é complicado...porque estamos sempre a tentar encontrá-lo, vivê-lo e senti-lo..........permanentemente............quotidianamente...sem obstáculos......

Queremos sempre...porque encontrámos a luz...

Mas, às vezes, o amor, como o mais belo dia de SOl, pode ter dias de nevoeiro....Nesses dias, temos muito pouca visibilidade....fechamos o coração e asfixiamos a vontade...

...Os interpretes são ofuscados pelas luzes intensas...

O amor dá-nos asas para voar.....mas habitualmente nós cortamo-las....

publicado por antonioramalho às 00:54
link do post | favorito
Sábado, 10 de Janeiro de 2015

A insegurança, a incerteza e o medo....

A certeza não existe....

O caminho da felicidade faz-se pela mudança...Conseguir livrar-se de padrões de velhas atitudes e comportamentos...Conseguir livrar-se de pensamentos errados....

O caminho da felicidade faz-se pelo sentimento.....O único caminho da felicidade é o amor....

A necessidade de limpeza do sotão das velhas ideias e crenças....

A disponibilidade de abrir o coração....o saber o que se quer....e a coragem de lutar para ser feliz....contra tudo e contra todos...

Porque o caminho da felicidade é único...e curto...

Dar sentido à vida....na profundidade do que sentimos...

Experiências insuportáveis...não nos fazem crescer...Os resultados errados só nos fazem crescer se forem usados com sabedoria...

O preço que pagamos dos nossos relacionamentos reflecte-se em cada passo da caminhada...

A paciência para saber definir e sentir o amor...Só podemos caminhar pelos nossos meios..

Acreditar que não está nada errado em nós...a não ser a maneira errada de pensar...e não acreditar que é possivel!...

Viver com o medo certamente não fará ninguém feliz....

A confusão mental instala-sefrequentemente na caminhada....criando obstáculos....

O amor conserta a vida em cada acto...

A espera para ver a luz em cada acto de coragem...Escutar e observar o amor....

O amor sempre foi e sempre será a única coisa que precisaremos...

Deixar de ser um mero participante passivo na vida...à espera de milagres.....mas acreditar em si próprio,como um participante activo

Que resposta darás ao sonho ...pela falta de coragem?

As preocupações...precipitadas nas oportunidades da vida....

Perceber a disfuncionalidade das emoções tóxicas....Acções que não estabelecem pontes...

Perceber o que quer, o que sente, o que deseja...o que é!

Decidir o que está certo e errado....Descobrir o medo....

Interagir com o próprio medo....e perceber onde o amor doi...

Viver como resposta...em cada experiência...

publicado por antonioramalho às 08:38
link do post | favorito
Domingo, 4 de Janeiro de 2015

Estivemos aqui por um instante....e partimos....

Houvera nascido...houvera vivido...Por um instante apenas....

Foi tão pouco...

Pensámos que seria muito...mas enganámo-nos....

O tempo passou rápido....e nós não aproveitámos....

Queríamos ser....queríamos ter....mas não o fizémos...

Ãdiámos sempre...Passo a passo...para o ano...para depois....

Quisémos o Mundo....quisémos muito...quisémos até o que não queríamos e perdemos...

...na voracidade do tempo.....

Perdemos até o caminhar...perdemos a vontade de crescer

Porque não quisémos ver...que a vida era apenas ....um instante....

Porque desperdiçámos...porque parámos?....Continuamos à espera...

Não vamos desistir...nem vou deixar que desistas....

É o que há de significado na vida...

Quem sou eu para me queixar?.......

Não voltaremos a ter outra oportunidade...por um instante....

O tempo é curto...e desperdiçámos....

Não era um jogo...era a vida....

Aceitámos...parámos de dar luta....

Quem dera poder dizer o que sentimos....

Afinal a vida não é só isto...

Estamos apenas a enganar-nos....

publicado por antonioramalho às 17:59
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: