.posts recentes

. O que tenha dito o olhar

. Como poderei esquecer

. O prazer de viver

. Por uma flor

. E tu?

. No silêncio do olhar

. O amor que vemos

. Por ti sonhei

. A brisa e o vento

. A luz não é só uma luz

. Vestir a vida

. Perceber o que fazemos, p...

. Feliz Ano 2019

. A luz na cor do silêncio

. Como tu

. O labirinto das emoções

. A sombra do que é a luz

. O que pode ter quem é

. O que diga por lágrimas

. O que realmente podemos f...

.arquivos

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Domingo, 21 de Março de 2010

Entender o propósito....

...entender a missão...o porquê......

A vida não é mais do que uma viagem.......na qual percebemos que existe um início e um fim....e que também existe o durante...

Perceber o significado da vida é entender que existe uma valorização e uma realização...Ou seja, a capacidade que temos de evoluir...O significado é conseguirmos ser valorizados como ser humanos quando terminarmos...

Sem significado ...é não evoluirmos como seres humanos...e acabarmos ...quase como começámos...A diferença entre o começar e o terminar ser quase nula..

Entender a espiritualidade.....é perceber um significado, um objectivo e uma missão...Qual é o significado da vida......qual é o propósito desta viagem....

A viagem está cheia de oportunidades...para crescermos...

Mas....isso implica....transformação....implica uma modificação do que somos....implica a percepção do que somos e do que poderemos melhorar....

Não percebermos a capacidade que temos de melhorar...é perdermo-nos no rodilhado dos sentidos apenas...é não acordarmos........

Perceber a evolução do ser humano....perceber que existe uma viagem com intenção de melhorarmos como ser humano...é entender o verdadeiro significado da vida.....

.......e a verdadeira arte é saber aproveitar as oportunidades para evoluirmos...

Mas....para isso, temos sempre primeiro...que acordar.....

sinto-me: feliz por viver
publicado por antonioramalho às 17:10
link do post | favorito
Quinta-feira, 4 de Março de 2010

O abraço do olhar...

Post nº 200

Há sempre um fogo para além do olhar....

Há sempre corações á distância a palpitar...

Há sempre imensa força num abraço....

Era uma vez uma arvore que vivia numa situação de deixar para trás.....

Era uma vez uma nascente..que vivia fora da cidade....

Entre pseudotentações....o olhar de ambos nunca se tinha encontrado.....

A água fresca da nascente corria afastada da vontade...

A casa esculpida nas rochas conduzia a uma luz, que por sua vez, mergulhava no pensamento...

Ultrapassadas as distâncias , as pessoas encontravam-se ali....na ponte do olhar...

No pensamento das formas, a arvore e a água da nascente olharam-se nos olhos...olhos nos olhos...em silêncio...

A emoção do agora jorrou em força...acenando com um sorriso ténue...

O silêncio corria pelas escadas...a água vestiu a roupa e venceu o desejo...

Por um instante,  a arvore e a água...abraçaram-se no olhar....

Para lá dos corpos  que foi levado pelas oscilações...o horizonte estava diante dos olhos...

O abraço do olhar mostrou o caminho....o caminho da luz e do silêncio para lá da visão...

O ar ondulava trémulo nas ondas das escolhas, como sempre....

Naquele momento deixaram de ser estranhos e envolveram-se na sombras das palavras...

A entrada da cidade guardou o silêncio para lá das muralhas....tocaram-se na luz...

Um abraço ...uma ponte no olhar...

Impaciente para seguir o seu caminho....a água fez nascer uma paz na tranquilidade e no silêncio do amanhecer....

sinto-me: Feliz por viver
publicado por antonioramalho às 10:47
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
19
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010