.posts recentes

. A sombra do que é a luz

. O que pode ter quem é

. O que diga por lágrimas

. O que realmente podemos f...

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

. O que guiava os seus pass...

.arquivos

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Segunda-feira, 30 de Março de 2009

Demonstre aos outros que são importantes.....

Nas pessoas que encontra, nas pessoas que conhece e mesmo nas pessoas que não conhece....demonstre-lhes que são importantes.....Pelo amor...pela sua atitude....pelos seus gestos...no seu sorriso....faça-os encontrar o melhor dentro deles próprios....

Dê um sentido á vida...dê um sentido á vida de tantas pessoas que por si passam....ajude a dar um sentido á vida dos outros...e estará também a dar um sentido á sua....

pelas palavras de encorajamento...podemos fazer tanto...pelo amor que circula dentro dessas palavras.....Crie esperança nos corações desiludidos....

Olhe nos olhos de outras pessoas, toque o seu coração....espalhe vida e amor....faça nascer a vontade de viver...em quem a perdeu....

Crie uma luz nas suas atitudes e pensamentos....faça nascer a esperança aos que a perderam....Crie o círculo do amor....ajudando quem precisa e quer ser ajudado....

Escolha ser diferente....

Demonstre aos outros que são importantes.....por isso cá estão......

Crie esperança e sentido na vida de outros seres humanos.....

As nossas palavras, o nosso sorriso, o nosso olhar, os nossos gestos....podem dar esperança a alguém....que está perdido no caminho.......

Faça-os encontrar o melhor dentro deles próprios....

sinto-me: Feliz por viver
publicado por antonioramalho às 10:44
link do post | favorito
Quinta-feira, 26 de Março de 2009

Não se acomode á vida.....

Não se acomode á vida...porque depende de si dar a volta por cima, depende de si..acreditar que é possivel,.....depende de si eliminar os pensamentos negativos e focalizar-se nos pensamentos positivos....

Não se acomode á vida..porque a culpa e o arrependimento impedem-no de ser feliz e continuar a caminhar.....porque o passado já passou e não há mais nada a fazer em relação a ele, a não ser aprender com os erros.....

Não se acomode á vida...porque hoje é um novo dia....Há um novo nascer do Sol....há um Tempo imenso para viver....há imensas oportunidades á sua espera....

Não se acomode á vida...porque é fácil desistir, mas dificil ser feliz....é fácil encolher os ombros e ser infeliz....porque os erros fazem parte do seu processo de crescimento e evolução pessoal.....porque você tem todo o direito a ser feliz e ter paz interior...

Não se acomode á vida..não se limite a sobreviver...Cresça, evolua como ser humano, trabalhe o interior, aprenda a amar e dê aos outros simpatia, compreensão e amor..Há tanto para dar aos outros...

Não se acomode á vida....Se caíu, erga-se e tente novamente......Hoje é um novo dia e há imensas oportunidades á sua espera....

sinto-me: feliz por caminhar
publicado por antonioramalho às 10:20
link do post | favorito
Sábado, 14 de Março de 2009

O velhinho que vendia sementes de luz....

Era uma vez um velhinho que vendia sementes de luz....

Num espaço sem tempo, percorria cidades e vilas a tentar vender algumas sementes que possuía....

....Mas, por mais que tentasse, vendia poucas, muito poucas..sementes de luz...As pessoas preferiam comprar luzes coloridas, fáceis, tentadoras e falsas....Contentavam-se com pouco..queriam fácil...queriam rápido...preferiam o superficial...

..Mas aquelas luzes eram enganadoras..não iluminavam na escuridão...Só iluminavam quando havia claridade...quando o Sol estava presente...Porém, não exigiam cuidados e trabalho interior para crescerem....

O velhinho tentava vender as sementes de luz....Vendia apenas uma aqui, uma acolá....Mas não perdia o sorriso, não deixava de tentar...

Apregoava sempre:

- Quem quer comprar sementes de luz para a escuridão? Quem quer?

As pessoas que por ele passavam perguntavam sempre:

- É preciso regá-las com amor, compaixão e humildade?

-Sim, sim! -respondia o velhinho...Só assim se transformam em luzes de verdade.... São as únicas luzes que iluminam na escuridão...

-Assim não queremos! As luzes coloridas não precisam desse trabalho interior e são fáceis de encontrar...

O velhinho dizia sempre:

- Mas essas luzes não vão iluminar o caminho, quando a escuridão varrer a Terra!

As pessoas riam sempre do velhinho...diziam que era tolo!

Mas o velhinho continuava o seu caminho, indiferente aos comentários jocosos sobre o que ele dizia...

Um dia, o velhinho, que vendia sementes de luz....morreu!

Anos mais tarde, num dia triste, a Terra mergulhou na escuridão..imensa...

E só nessa altura as pessoas perceberam que as luzes coloridas e atraentes..eram falsas, porque não iluminavam.....

Imensas pessoas se perderam na escuridão.....

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 21:27
link do post | favorito
Quinta-feira, 5 de Março de 2009

Quando as mãos se tocam.....

Era uma vez uma mão que se encontrava aprisionada dentro dela própria. Não tinha identidade. Não tinha morada, nem sentido ou direcção.

Vivia no caminho das descobertas, na encruzilhada da idade ou tempo.

Episódicamente mergulhava no azul do céu, tentando ser uma ave....Ave que se alimentava da nuvem do amor, numa agitação de emoções...

Num outro espaço...vivia outra mão...Elegante. Formosa.....com um desejo imenso de libertar o calor que a preencia, mas também que a amarrava....

Doce de ilusão..quimera de vida....amordaçada pela crença, preconceitos e medos...

Um belo dia...conheceram-se....Não por acaso...mas porque tinham que se encontrar.... e tocar....

E tocaram-se indelevelmente...docemente...meigamente...Envolveram-se mutuamente..Tornaram-se uno!

Dançaram ao sabor do encanto, da sensibilidade e da afectividade...

Tocaram-se suavemente....

Sentiram o coração a bater...apressadamente....

Envolveram-se na dança dos dois corpos....Imenso novelo...no mar da paixão...

O encontro das duas mãos no toque suave...indelevel....

Nasceu a dança..e a música do amor...

.....quando as duas mãos se tocaram............... 

sinto-me: Feliz por viver
publicado por antonioramalho às 10:21
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: