.posts recentes

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

. O que guiava os seus pass...

. O que confessam os teus l...

. O que és tu

. Por um olhar

. Viver no sofrimento de me...

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quarta-feira, 10 de Setembro de 2008

E quando a escuridão encontra a Luz...............

Altiva, imponente...a Dona escuridão caminhava alegremente pelos caminhos da desilusão, da tristeza  e do medo.....

Onde chegava...as pessoas eram invadidas imediatamente por um sentimento de tristeza....Nessas pessoas rápidamente a alegria se esfumava  num ápice......Indiferente a tudo,  a Dona escuridão, imponente e má, amedrontava tudo e todos. Sorria das maldades que fazia...Por onde caminhava, espalhava tristeza e desânimo...

A Dona escuridão encerrava em si mesmo o medo...E era o medo a emoção que provocava nas pessoas...sempre que aparecia...Vivia do medo e para o medo em geral.....

Mas......um dia......encontrou alguém muito forte e deslumbrante....a Dona Luz!   ..que vivia alegremente, encantada e a espalhar alegria, boa vontade e felicidade.....

A Dona Luz vivia do amor e para o amor..Por onde andava, encantava simplesmente...e fazia sorrir os corações mais solitários....

E quando a Dona escuridão encontrou a Dona luz...rápidamente se abriu ..a porta mágica da emoção....

...........E a Dona escuridão, que vivia e se alimentava do medo, apercebeu-se que a Dona luz, a qual vivia e irradiava amor, era mais forte e poderosa.. Percebeu que a luz era mais importante do que ela...De facto, só a luz conseguia penetrar nos corações de felicidade....

Então a Dona escuridão fugiu paraas grutas da emoção e os recantos mais solitários..Alojou-se igualmente nos corações desiludidos...

E a Dona luz põde espalhar alegria e felicidade pelo Mundo....

Ao longe, ao perto....o vento que sibila:

- O amor vence sempre.............................

sinto-me: Feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 11:29
link do post | favorito
Quinta-feira, 4 de Setembro de 2008

O Homem que comprava pensamentos positivos e balões de esperança....

........Era uma vez um Mundo em que as pessoas eram optimistas, tinham pensamentos positivos.............tinham alegria de viver e eram felizes.......

A vida, para eles, sorria a cada canto...........Õ Sol iluminava a vida dos caminhantes....

As luzes irrompiam cintilantes esperanças.........

E a escuridão, que não encontrava companhia, refugiou-se na gruta do isolamento distante.......

Mas.......um dia, apareceu na cidade, um homem sisudo a de tom sombrio...a comprar pacotes de pensamentos positivos e balões de esperança........

........E os habitantes, que tinham felicidade no seu mundo, começaram a ser aliciados pelo lucro e não hesitaram em vender os seus pensamentos positivos e balões de esperança...Por pouco ou por muito, pensaram que já não precisavam deles e que podiam perfeitamente dispensá-los....

Afinal eram felizes!..........E pensavam que uma parte não dissipa o todo........

Todos os habitantes da cidade acabaram por vender os seus pensamentos positivos e os balões de esperança...

E...quando o comprador desapareceu....a maior parte da luz começou a extinguir-se.....e a escuridão pode afinal sair da sua gruta do isolamento para invadir vários recantos da cidade...

Os habitantes.......perceberam então que a felicidade é um todo....e que o todo, para ser completo, necessita de todos os seus componentes....

Era uma vez um Mundo, certamente............

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 10:05
link do post | favorito
Quarta-feira, 3 de Setembro de 2008

O vale do Silêncio...........

Por entre montanhas de obstáculos, sofrimento e preocupações, o Pensador encontrou o vale do Silêncio.....mágico, sublime, tranquilo e sereno........

Erguendo-se no patamar da meditação...o Pensador manteve-se sempre concentrado na verdade e nos valores......

Aí, apercebeu-se que a intensidade da chuva fustigava um aquecimento difuso, provocado pelos pensamentos negativos..........

Perdida a Terra...perdido o Mundo....no vale do Silêncio, as arvores do sentimento eram cultivadas num espaço valioso...

Mais importante do que nunca, o Pensador compreendeu o controle dos pensamentos no oceano da nossa vida e na desertificação das ideias e dos valores....

As montanhas estavam devastadas pelos efeitos do ser humano no significado do próprio ser humano....

Face ao esgotamento do ser humano, surgiu a necessidade do vale do Silêncio....

E o vale do Silêncio surgiu...como um local onde a vida fluia...como um esvaziamento do propio ser humano.......No fundo , irrompeu como um desejo do coração na majestade e na fragilidade do próprio sentimento..............

A melhor oportunidade é sempre o momento presente.......

No vale do silêncio cresceu uma paz interior, numa corrente de valores, por entre as lamas do desejo................

O Pensador entrou no vale do Silêncio....cresceu na meditação.....e acordou num ser de bem........

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 11:57
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: