.posts recentes

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

. O que guiava os seus pass...

. O que confessam os teus l...

. O que és tu

. Por um olhar

. Viver no sofrimento de me...

.arquivos

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sexta-feira, 20 de Junho de 2008

Estar só...ou sentir a solidão...........

Estar só...ter momentos a sós...faz parte do trabalho interior...é parte do processo de encontro com o EU interior...é o local onde encontramos a maioria das respostas que procuramos....

Saber estar só...é essencial! Estar só..é efectuar o processo introspectivo....reconhecer erros e tentar melhorar...é um processo de limpeza e filtração...

A diferença entre estar só e sentir solidão é, basicamente, uma atitude de baixa de autoestima. Só sente a solidão...quem não gosta de si próprio, quem só vê defeitos em si mesmo, quem não gosta de estar acompanhado por si ...

Afinal...quem não gosta de estar consigo próprio....como poderá esperar que alguém goste da sua companhia?

Quem não gosta de si próprio..sente um vazio imenso dentro de si...que tem que ser preenchido...nem que seja pelas pessoas da rua, do café..alguém que olhe e fale para nós...ou então ...entrar na espiral das compras ...para compensar esse vazio....Não importa como, nem porquê....mas são pessoas que não gostam de estar sózinhas...porque afinal existe uma enorme solidão dentro delas próprias...

A solidão não é mais do que...medo de estar sózinhos....medo de estar com eles proprios, e com as suas fraquezas....medos, medos, medos...

A solidão é fugirmos de nós próprios, da nossa própria verdade...e procurarmos desesperadamente refúgio nos outros..A solidão é não fazermos o trabalho interior...a solidão é não nos aceitarmos como somos....

A solidão é, sempre, sermos egoístas...

Há tanto trabalho a fazer no Mundo...Há tanto amor para dar...Há tanta gente a precisar de ajuda....

Porque pensamos só em nós...ficamos sós!!!Porque, básicamente, só pensamos em nós...acabamos por sentir solidão...

Quem dá amor, quem pensa nos outros, quem ajuda os outros, quem cultiva a compreensão, a tolerância, a paciência, a solidariedade...nunca está só!

Nunca se está só..quando se ama, não só a nós proprios, como aos outros.....Nunca se sente a solidão...quando se vive no e o amor...

No entanto, a maioria das pessoas continua a pensar errado :.............. Coitado (a) de mim! Estou só! Sinto tanta solidão! ...........Lamentações  e mais lamentações.....Lamentar não resolve nada, nem dá as soluções....

Nunca se está só..quando se ama! Nunca se está só.......quando se vive o e no amor!

A solução está na luta! ............. Lute por ser feliz!.................... Lute pela felicidade!

E ame....a si e aos outros............O único caminho é ...O AMOR!

E...........nunca sentirá SOLIDÃO, mesmo estando só!..............

 

 

 

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 09:25
link do post | favorito
Sábado, 14 de Junho de 2008

Os Bloqueios que nós criamos.....

O corpo físico tem uma existência real, mas não como o vemos ou como o interpretamos.

O corpo é "apenas" um canal colocado num tempo determinado. É apenas um canal de transmissão e de circulação. Existem informações, objectivos e oportunidades que nos são veiculadas...e que nós retemos ...ou deixamos fluir.

Nós somos apenas, enquanto corpo físico, um canal que permite um fluxo de energia e/ou de luz. A capacidade que a luz tem de nos atravessar, está dependente dos bloqueios que possamos efectuar a esse mesmo fluxo de energia e/ou luz.

O nosso corpo mental e espiritual, permite o movimento de fluxo energético no corpo físico.

Ou seja, a nossa evolução espiritual estará dependente única e exclusivamente da capacidade que o nosso corpo mental e espiritual tem de permitir o movimento do fluxo energético.

Parece complicado, mas não é....

Evolução espiritual é, básicamente, a evolução como ser humano. Perceber o porquê da vida, a missão que temos e qual é o objectivo da nossa existência. Estamos cá por algum motivo certamente.

A mente são os nossos pensamentos. A capacidade que temos de decidir e optar... A capacidade de nos relacionarmos...a capacidade de amar.

A nossa mente estará assim a condicionar, através dos pensamentos, todo o fluxo de energia/luz que passa por nós...A maneira como esse fluxo energético(felicidade) se movimenta e processa em nós..será a razão para nos sentirmos bem interiormente...

Por outras palavras, o nosso bem estar interior e, mais concretamente, a nossa felicidade estará na razão directa desse fluxo de energia/luz que nos atravessa...

E onde é que nós intervimos? Porque é que somos diferentes? Porque é que algumas pessoas evoluem e outras não?

A resposta está....no bloqueio (resistência) que colocamos a esse fluxo energia/luz.

Os bloqueios que colocamos são os medos, a culpa, o passado, os preconceitos, as crenas, etc,etc,etc....

Assim, há algo dentro de nós que nos impede de ser felizes....E, por incrivel que pareça, continuamos a persistir nessa atitude, sem percebermos que estamos a impedir a felicidade...

Os bloqueios são tudo o que existe dentro de nós e que impede esse mesmo fluxo energético de circular por nós....Os bloqueios são criados por nós para impedir a felicidade...

A questão concreta então será :

- Porque razão não temos a capacidade de perceber quais são esses bloqueios ? Porque razão permitimos que existam esses bloqueios (resistências) á felicidade ?

 

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 10:14
link do post | favorito
Segunda-feira, 9 de Junho de 2008

A menina que vivia na 21ª nuvem do amor.........

No País das arvores, as arvores não voavam....No país das aves, as aves não sorriam..... No país da vida, os corações não amavam...

Perdida no tempo...encontrámos uma menina..triste, desanimada e desalentada....Vivia no Mundo do não acreditar....

E assim vivia.....

Vivia apenas o momento do aqui e agora...Saltitava da arvore da esperança para a arvore da fé....e vice-versa...

Crescia ao vento das contrariedades...

Vivia nas cores dos sentimentos......

Dormia na neblina...

Ao nascer do Sol, acordava...e saltitava de pensamento em pensamento....

Olhava para o lado...e só via o que não queria ver...

Saltitava.....mas queria algo mais para si....

Saltitava de arvore em arvore, não como uma ave, mas como um pensamento...E, habitualmente, as arvores eram negativas....Saltitava de arvore negativa em arvore negativa...num emaranhado e enovelado de pensamentos..Afinal num círculo vicioso..que não deixa voar livremente...

Olhava para o lado e só sentia medo... Medo disto, medo daquilo..num caleidoscópio de emoções e sentimentos..As pessoas estavam aprisionadas nos seus próprios medos, crenças e preconceitos..E não voavam livremente, nunca experimentavam a sensação de voar livremente, ao sabor de si proprias...

Mas...ela, a menina, sentia que existia um outro Mundo..Um Mundo para lá do visível, um mundo para lá do que a Sociedade lhe impunha...

O Mundo não podia ser apenas limitado aquelas arvores e áquele cantinho que a Sociedade lhe impunha...

O Mundo não podia ser apenas aquele materialismo, aquela superficialidade....

E um belo dia...viu alguém...a voar livremente. Diferente. Alguém que sentia intensamente cada voo que fazia

E o amor aconteceu....

E a menina ..que tinha apenas aquelas arvores da vida ...cresceu..e evoluiu..como ser humano.

Aprendeu a voar e a sentir...aprendeu a viver...

Aprendeu a crescer....

E assim conheceu a 21ª nuvem do amor.........onde passou a viver.............

Um dia, quando lhe perguntaram qual era o melhor caminho para a 21ª nuvem do amor....respondeu apenas....:

- é o amor que nos une!

O amor é o único caminho....o caminho de todas as realizações...........

A 21ª nuvem do amor tornou-se assim a nuvem do Sol, dum céu imenso.............

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 22:04
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: