.posts recentes

. O que pode ter quem é

. O que diga por lágrimas

. O que realmente podemos f...

. LIVRO DE POESIA

. Amor verdadeiro, realidad...

. O que aprendi no teu corp...

. A direção da oportunidade

. Vai viver o teu sonho

. Para sonhar, nos teus bra...

. Querer ser o que sentes p...

. O mar de alguém

. Chamar o vento que não ac...

. O que não quer chegar

. Conhecer o que quer dizer

. Por ti…porque és mulher!

. A Árvore da vida

. Os erros no silêncio

. A atitude de ser o presen...

. O que guiava os seus pass...

. O que confessam os teus l...

.arquivos

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quinta-feira, 24 de Abril de 2008

A pressão do Tempo...obriga as pessoas a errar.....

Definir o Tempo...é pura perda de tempo....

Porque...........

....o tempo é indefinivel........

.....o Tempo somos nós!...

.....O Tempo é relativo......

.....o Tempo não existe....

.....O Tempo é a janela da própria vida!!....

Aprender a ver o Tempo, a sorrir ao tempo...Aprender a viver no próprio Tempo!...

O Tempo que, para muitas pessoas, tem significados diferentes...se vivemos mum momento feliz, ou num momento infeliz...

O Tempo...Será que o Tempo é tranversal...ou que o Tempo é vertical?

Viver o Tempo...viver no Tempo...ou ser vivido pelo próprio Tempo...e até mesmo desperdiçar a vida no Tempo.....

Afinal...o que é o Tempo?

No Tempo existe uma parte visivel e uma parte invisivel...

A parte visível do Tempo...essa existe em nós!

E essa....pressiona as pessoas!...

As pessoas são pressionadas  pelo Tempo...Tempo disto... Tempo daquilo....

O Tempo e a idade indissociaveis....Afinal o que é a idade...no próprio Tempo?

Mas....a parte visivel do Tempo...existe!!!É sentida por nós! Vê-se no próprio crescimento...Vê-se no relógio...

A parte visível do Tempo...pressiona! E pode pressionar mais e mais! E nesta sucessão de pressões...as pessoas são levadas a essas pr~essões...

As pessoas muitas vezes erram na vida...apenas e só..porque são pressionadas pelo Tempo! Permitem que o Tempo entre nelas e as pressione!

E é no aspecto emocional que o Tempo mais pressiona...Daí que constantemente sejamos atingidos pelo binómio pressão-tempo e/ou paciência...

A Sociedade competitiva , a pressão familiar...são os catalisadores dessa mesma pressão do Tempo...

As pessoas sentem ...que o Tempo se esgota...e erram! Não sabem esperar! Precipitam-se facilmente nas avaliações e acções que empreendem...

Quantas pessoas...não se precipitaram emocionalmente...apenas porque a pressão do Tempo existe nelas?

Na evolução espiritual como seres humanos...teremos que perceber que nós é que devemos controlar o Tempo...e não sermos controlados por ele....

E os aspectos emocionais então....nunca, mas nunca..deverão estar sujeitos à pressão do Tempo...ou sob a influência do Tempo....

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 15:11
link do post | favorito
Quinta-feira, 17 de Abril de 2008

Saber esperar pela pessoa certa..........

Um belo dia....embarcámos na viagem de encontro à tal pessoa certa...a pessoa que nos completa..que nos compreende, que sente por nós....que adivinha os nossos pensamentos.....

Nesse dia...mergulhámos incansavelmente na vida...no momento presente, no aqui e agora...Nesse dia semeámos desejo em nós!...

Era a oportunidade única na vida..desfrutar o momento..desejar ardentemente....

Mergulhámos...Sem tempo para descansar...percorremos a primavera, o Verão, o Outono e o Inverno....num momento apenas!!!!

Ás vezes percorremos caminhos imprevisiveis e desconcertantes...contemplamos a realidade..percorremos o tempo no silêncio....vivemos o olhar na ausência de movimento....

Decididamente....não sabemos nada da vida!!!

O dia em que os nossos corações dançaram de alegria e felicidade....Nesse dia percebemos que encontrámos a tal pessoa certa!!!!

A fantasia da vida vestiu-nos de amor....invadiu-nos, inundou-nos, encolveu-nos, embebeu-nos, embriagou-nos e enlouqueceu-nos de amor....

O dia e a noite..desapareceram....Semeámos amor em cada canto e em cada momento....

Um maremoto de beijos e abraços...encolveu-nos no silêncio....e o balancear dos corpos movimentou-nos na loucura do amor....

O desejo, imenso desejo, eterno desejo....iluminou as palavras paralisadas...no proprio silêncio do mar do amor...

A pressão do tempo, sem tempo..movimentou-se na ausência do movimento....e o tempo navegou apenas...

O amor eterno e enebriante...que liberta as amarras do medo...vive no interior da própria chama...

Responder ao amor..com o próprio amor...Aquecer o corpo na chama e luz ardente...

Afinal o amor intenso vive numa fonte inesgotavel...

Um mosaico de cores no caleidoscopio da viagem ao interior da própria vida...

Um efeito explosivo,,,,num perfume que se prolonga pela vida inteira...

A partir desse momento tudo muda...e para sempre!!!!

A pressão do tempo...obriga as pessoas a errar.....

A pressão do amor verdadeiro....leva as pessoas a voar!!!

Existem pessoas certas....almas gémeas.......mas a precipitação, a ausência do saber esperar, a ausência do momento certo....faz com que nos desencontremos......E isso é passar ao lado da vida claramente...E há oportunidades unicas na vida.....

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 15:03
link do post | favorito

Será que temos janelas suficientes...ou será que temos janelas demais?

Num equilíbrio bio-psico-social, estamos enovelados numa rede de opostos....dar e não dar!  mostrar sentimentos e emoções...ou não mostrar esses mesmos sentimentos....

O perigo de derrubar as nossas próprias muralhas, expondo o coração e as estruturas do nosso Eu interior.....

Será que construindo muralhas...somos mais fortes, mais resistentes...e com uma personalidade mais dura?

Expor as nossas qualidades e virtudes...mas, acima de tudo, expor os nossos defeitos.....

Expor esses defeitos fragiliza-nos ou fortalece-nos?

Por contraditório que seja , tornarmo-nos transparentes tem a vantagem de nos fortalecer...Talvez alguns pseudoamigos esvoaçem..mas esses também não seriam certamente importantes na nossa caminhada...

Termos a capacidade de perceber e enfrentar as nossas qualidades  e defeitos...tornarmo-nos mais humildes..assumir a vida com mais simplicidade , coerência e equilíbrio....

Afinal nós não temos tantas janelas na nossa casa....essencialmente porque queremos esconder algo...essencialmente alguns defeitos....ou mesmo partes menos boas de nós mesmos....

Mas, pelo facto de querermos esconder algo da nossa casa interior.....isso acabará por tornar a nossa casa interior mais escura, ou seja, menos iluminada...Fingir o que não somos...ou medo de mostrar ..o que somos!!!

A coragem de ser autêntico...a coragem de ser sincero....

Mas, existe uma razão do medo! A Sociedade é maldosa! Há pessoas más....

Há pessoas interessadas em nos destruir.....Há, claramente, e seríamos hipocritas em não perceber isso....

Há pois que atingir..um equilíbrio!...Se a nossa casa tiver só janelas, for completamente transparente...estaremos certamente fragilizados perante um temporal....ou poderemos ficar ofuscados pela luz intensa....

Por outro lado...se a nossa casa...não tiver janelas....viveremos numa escuridão interior avassaladora....

Em cada caso, em cada momento, perceber o equilíbrio entre os opostos....entre a sombra e a luz....

sinto-me: felçiz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 09:16
link do post | favorito
Sexta-feira, 4 de Abril de 2008

Um dia o céu deixará de ser azul e o Sol deixará de brilhar....

Um dia o céu deixará de ser azul e o Sol deixará de brilhar.....Nesse dia perceberemos que só temos duas hipoteses nesta vida : ou entramos em desespero..ou temos esperança e acreditamos...

Quando as nuvens negras e densas desabarem sobre nós....perceberemos que somos pouco...muito pouco!

O orgulho, a vaidade, a arrogância...são apenas ilusões..são a realidade virtual do que na realidade não somos....

Construimos castelos de ilusões ao redor de nós e dentro de nós...Envolvidos pela neblina do medo.....e vivemos orgulhosamente na vã ilusão de que a verdade é intrínseca a nós próprios....

O céu não deixará de ser azul...mas nós não conseguiremos ver a sua verdadeira cor....

O Sol não deixará de brilhar...mas nós não teremos mais a capacidade de o ver ou sentir brilhar..

Então estaremos parados no nosso caminho....Olhando para as duas hipoteses:Desespero ou esperança....No desespero nunca retiraremos nada de positivo....é certamente tudo negativo...Da esperança, podemos sentir uma luz.....uma atitude...um modo de caminhar...

Quando o céu deixar de ser azul....porque não reflectir....parar..ouvir o Eu interior...ouvir o amor dentro do nosso coração...

Quando o céu deixar de ser azul...porque não acreditar, ter esperança....e ter paciência para voltarmos a ver o SOl...

 

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 15:20
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: