.posts recentes

. Por ver as lágrimas

. O que não conseguimos ver

. O fogo que tem

. Sobre a distância do cora...

. À sombra de um olhar

. Com um beijo de amor

. Esse olhar…

. O teu coração a amar

. A lua encantada

. O amor sem aviso

. Um poema incompleto.... d...

. Não aproveitar o tempo

. Deveríamos ter

. Saberás que estou

. Excerto do Ensaio “ O que...

. A paisagem muda

. Na minha imaginação

. Querer ter

. Reflexão sobre…o sucesso

. O azul negro

.arquivos

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Domingo, 25 de Dezembro de 2005

Que realidade ?

As nossas crenças e os nossos preconceitos são os filtros do nosso olhar relativamente à realidade que vivemos.....
Ao olharmos para a realidade que presenciamos, automáticamente a definimos, a julgamos e a marcamos.....e depois entra em linha de acção o binómio pensamento-sentimento .
Pensamos que a realidade é aquela que nós filtramos pelos três factores : olhar, crenças e preconceitos .
Mas a realidade....é bem diferente !
Pensamos que a realidade é a nossa, a que nós vemos, a que nós filtramos. Não paramos sequer para pensar que há um cunho subjectivo em cada avaliação que fazemos . Há um sentido único, que é o nosso...o nosso ponto de vista, a nossa perspectiva !
E a realidade....é bem diferente !
Julgamos a realidade como boa ou má, por exemplo, porque a visualização é filtrada pelas nossas crenças e preconceitos...que estão dentro de nós!
fazem parte do nosso EU...foram-nos inculcados pela educação e pela Sociedade . Não tivémos escolha quanto a isso!
Temos escolha sim, é sobre a capacidade de percebermos onde estão estas crenças e preconceitos relativamente à realidade que nos é apresentada .
Temos escolha sim, é sobre a capacidade que temos de as retirarmos duma interpretação que fazemos da< realidade .
A realidade é, pois, ela própria, única, despida de qualquer crença, preconceitos ou interpretações perfeitamente subjectivas . A realidade é ela própria, assim, sem mais nada. Através dos filtros que nós colocamos, assim teremos uma determinada interpretação . Mas isso significa tão somente que a realidade não poderá ser apenas a nossa interpretação.
A nossa interpretação é apenas e só mais uma perspectiva dessa mesma realidade . Não podemos e não devemos confundir a nossa interpretação com a própria realidade .
A realidade tem várias perspectivas de visão, várias interpretações . E há choques de interpretações quando 2 pessoas têm perspectivas de visão duma realidade exactamente complementares .
A realidade é qual afinal ? E porque insistimos tanto em querer ter razão segundo a nossa perspectiva ? E porque insistimos que a nossa perspectiva da realidade é a verdadeira ?
A realidade é ela própria, é apenas ela... Nós é que a vemos de diferentes modos e perspectivas .
Numa relação interpessoal porque insistimos sempre em que a nossa perspectiva da realidade é que é a verdadeira ?
Quem nos concedeu o estatuto de sermos os detentores da verdade ?
Será que a nossa visão da realidade, eivada com o nosso subjectivismo, é ela própria o caminho da Felicidade ? Certamente que não !
Ou será que é fundamental, para caminhar no caminho da Felicidade, ter a capacidade de ter diferentes perspectivas dessa realidade e, se possivel sem o filtro das nossas crenças e preconceitos ?
publicado por antonioramalho às 23:10
link do post | favorito
Sábado, 24 de Dezembro de 2005

A estrela do amor

Era uma vez um menino que queria viver na escuridão. Nasceu estrela, mas não queria ser estrela . Vivia sem cor, sem chama, sem alegria.
Vivia na sombra, habituado ao vazio, à ausência. Não queria partilhar, não queria ser ele. Não queria caminhar, não queria ser luz!
Não queria porque não sentia, não queria porque nunca tinha sentido ...é, despido de emoções!
Era uma vez um menino que estava submerso na futilidade , no materialismo, na sua verdade. Ele queria ser a verdade, queria ser a razão, queria ser o físico, a matéria..
Um dia conheceu uma chama, uma chama viva. Não era ilusão, não era falsa ; era verdadeira , era viva ! Nesse dia conheceu a chama viva e tudo se transformou !
Sentiu calor, sentiu emoção, sentiu luz!
Nesse dia quis ser estrela, quis sair da escuridão, quis ser verdade , quis descobriri mais do que o materialismo, mais do que o físico . E então teve paz, e então teve vida, e então acordou.... Sim, as estrelas acordou. primeiro a escuridão...e depois a luz, o caminho !
E tudo porque descobriu o poder da emoção, o poder da luz...e viu....afinal nem tudo é escuro, nem tudo é ausência, desespero e trevas. Afinal nem tudo é mau!
pegou então na chama e colocou-a dentro dele próprio. E a chama tudo dominou; a pouco e pouco cresceu, a pouco e pouco iluminou os corações que estavam na escuridão.
Hoje é a estrela mais bonita deo céu: a estrela do amor, a única que só é visivel ás pessoas que amam, a única que brilha mesmo na escuridão, a única que ilumina e aquece, a única que brilha intensamente.
A estrela do amor existe para quem sabe amar. E para esses não deixa de brilhar....
Olhem para o céu !
ali.......a brilhar intensamente para si...
publicado por antonioramalho às 23:17
link do post | favorito

Nunca desistir.......

Nunca desistir de acreditar..porque tudo é possível! Tudo é possivel quando acreditamos; quando lutamos e perseveramos, quando temos determinação, quando queremos !
Querer é poder, todos o sabem !
E paciência é virtude!...é básico! É o segredo dos vencedores !
Nunca desistir de acreditar...porque tão sómente não sabemos o que é o futuro! E a vida, a caminhada, é ela mesmo uma incógnita, imprevisivel; nada permanece, tudo se altera!
Não sabemos o que o dia de amanhã nos reserva! Porquê desistir então ? Porquê desistirmos antes de acontecer ? Porquê desistir de acreditar ?
Nunca desistir de acreditar..porque conseguimos sempre mais do que julgamos possivel conseguir !
A vida dá-nos sempre oportunidades e oportunidades !
Nunca desistir de acreditar...porque nós temos um poder imenso dentro de nós e que não julgamos ter !
Nunca desistir de acreditar no Bem, no amor, na amizade...porque a esperança é que nos faz caminhar no caminho da Felicidade.
Nunca desistir..de sonhar, porque o sonho comenda a esperança, o objectivo, a motivação, a força de vontade , a determinação e a perseverança !
Nunca desistir de sonhar...porque só acreditando é possivel concretizarmos o sonho de sermos felizes .
Nunca desistir ...porque quem desiste nunca vence . Ou, dito de outra forma, os vencedores, da vida, do amor, do caminho da felicidade...nunca desistem !
publicado por antonioramalho às 22:34
link do post | favorito

Sorri, sorri....tens tudo para ser feliz

O brilho do Sol é lindo, a verdura dos campos é magnífica, o azul do céu é encantador...e a música, a nossa voz, o nosso olhar...a nossa família, o nosso coração, as nossas emoções emoções, os pensamentos e a vida.....
Tantas coisas e tão belas ! Não paramos para pensar na beleza do lugar, na beleza do momento, na beleza das pessoas...
Não olhamos para a vida com os olhos do Bem; limitamo-nos a olhar com os olhos do medo e do mal . Tudo é mau, tudo é agreste ! A profissão, as pessoas, o tempo....limitamo-nos a ver e salientar o mal. Esquecemo-nos de ver o Bem !
Ignoramos o Bem; passamos por ele indifirentes !
Privamos com o Bem e não o vemos, não o sentimos, como se ele não existisse !
Que há de melhor para um invisual do que a visão ? O que dariam para ver ?
O que há de melhor para uma pessoa surda do que a voz humana, ter a possibilidade de ouvirmos os outros ? O que existe de melhor para um deserto do que as arvores e a verdura dos campos e flores ? O que existe de melhor para a seca do que a chuva ? O que existe de melhor para o ódio do que o amor ? O que existe de melhor para a solidão do que a companhia ? O que existe de melhor para o desemprego do que o emprego ?
O que existe de melhor para a doença do que a saúde ?
O sofrimento ensina-nos a amar, a olhar para o mundo com os olhos do coração, a sentir a vida, a saber vivê-la; o sofrimento ensina-nos a caminhar espiritualmente ....
Há diferentes formas de olhar e ver !
E porque razão não aprendemos a olharmos e ver o Bem ?
Aprender a olhar para o Bem é sentirmos a vida a correr dentro de nós !
Agradecermos o que temos, viver em simplicidade e honestidade, connosco próprios e com os outros !
Coisas tão simples como agradecermos o olhar, o sentir, o respirar..enfim viver ! Saber apreciar o que temos e o que somos ! Termos a capacidade de apreciarmos o que nos é disponibilizado pelos orgãos dos sentidos ..e apreciarmos a vida!
Básicamente, apreciarmos a vida e o que nós temos e o que nos é dado .
Sorri...tens tudo para ser feliz! Aprecia a vida e vive-a com simplicidade .
Sabe olhar e ver o que temos e o que nos é dado!
Saborearmos e deliciarmo-nos com o que temos! Esperar pacientemente pelo que queremos e viver intensamente cada momento da vida...como se fosse o último!
E sorrir...e amar a vida!
publicado por antonioramalho às 21:20
link do post | favorito
Terça-feira, 13 de Dezembro de 2005

Afecto e Apreço...

O núcleo base duma relação a dois é o amor ! É o fogo necessário para a caminhada..É a alegria, é o sumo, é a substância vital .
Mas, qualquer relação interpessoal precisa dos condimentos do próprio amor : a afectividade e o apreço !
São a substãncia básica para alimentarmos a flor do amor . O mesmo acontece com a flor da amizade !
Ambas necessitam ser regadas paqra crescer e viver . Sem água, a flor morre ! E a água necessária para a flor do amor e flor da amizade são os afectos e o apreço !
A afectividade baseada nos carinhos, nos miminhos, nos abracinhos, no estar coladinho, estar de mãos dadas....
É necessário o toque, o contacto....O toque permite ultrapassar a barreira da intimidade e ir mais além; permite aquecer o coração . Sem afectos, um ser humano não sobrevive ...
Uma relação entre duas pessoas, seja de amizade, seja de amor, tem necessidade de crescer; e para que essa relação possa crescer é necessário saber, ter interesse e motivação para que possa crescer...É necessário dar e receber numa relação de equilíbrio de afectos, muitos afectos !
O poder maravilhoso que tem numa relação interpessoal, o caminhar de mãos dadas, o tocar o outro, o expressar emoções.
Trocar emoções positivas é vital ! Trocar carícias é necessário !
Dar e receber num perfeito equilíbrio .São elas que alimentam a flor do amor e da amizade .
E depois...o Apreço !
Saber elogiar de modo sincero, o que o outro faz bem, reconhecer a titude e o trabalho do outro, reconhecer e valorizar o outro. No fundo, é dar um coração ao outro ser humano e dizer-lhe : obrigado por existires !
E o outro sente-se um ser humano, e o outro sente ser importante, e o outro sente-se viver . Assim merece a pena viver....
É saber viver, é caminhar....de mãos dadas...no caminho da felicidade !
publicado por antonioramalho às 21:54
link do post | favorito
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2005

Sente a vida....aprecia a beleza!

A rotina, a correria, a competição, os conflitos, as misérias, a vida ela mesma é sinónimo de olvidar a própria essência da vida .
Olhar para uma arvore e sentir a sua beleza, sentir o seu brilho, perceber a sua sensação ; olhar para o mar e desfrutar da visão, do som, do cheiro; sentir o vento suave; olhar para o sorriso duma criança; namorar ao pôr-do-sol; sorrir ao nascer do Sol.
Que bom que é sentir a vida, que bom que é sentir a vida a correr dentro de nós !
Que bom que é sorrir à vida !
Olhar para o Mundo e perceber a sua beleza, a sua unicidade, a sua diversidade, a sua pluralidade; olhar para o Mundo e sorrir.
A vida impele-nos para a correria desenfreada, para o esquecimento da simplicidade, para o esquecimento da beleza !
Quantas pessoas passam pela vida e não apreciam a beleza duma rosa ?
Quantas pessoas não sabem apreciar as coisas boas da vida ?
Ou melhor, quantas pessoas sabem apreciar as coisas boas da vida ?
Ou melhor, quantas pessoas sabem verdadeiramente sentir a vida ? Quantas pessoas verdadeiramente sabem apreciar a beleza ?
E você, há quanto tempo não sorri à vida ?
Sinta, sinta a vida !.....E aí poderá sentir a beleza do Mundo ...e da vida !
publicado por antonioramalho às 22:32
link do post | favorito
Domingo, 11 de Dezembro de 2005

Controlar os outros......

Há quem pense que controlar os outros é um meio de ser feliz, ou no mínimo...de ser mais seguro . Nada de mais errado !
A necessidade de controlar os outros, nas atitudes, nas acções e mesmo nos pensamentos é apenas e tão só o reflexo de insegurança, alguém que não acredita nos outros, nem em nada, e mesmo neles próprios .
Por trauma psicológico de infãncia, frequentemente e fácilmente identificada, as pessoas têm dificuldade em acreditar nos outros. E para amar, é necessário acreditar nos outros ! E para ser amigo, é necessário acreditar nos outros ! E para confiarmos nos outros é necessário acreditar nos outros !
Quem quer controlar os outros, não é mais do que a manifestação duma insegurança mal disfarçada e não resolvida !
É impossivel controlarmos os outros; é impossivel controlarmos tudo!
Será muito mais fácil resolver o problema básico da nossa insegurança do que querer controlar os outros ! Desconfiando nunca iremos confiar ! Desconfiando nunca iremos amar ! Porque amar é confiar !
Mais grave ainda é querer controlar o pensamento dos outros !
Grave ainda é querer mudar os outros !
Seria muito melhor se as pessoas que querem controlar os outros, empregassem essa energia no controle de si próprio e, muito melhor, no controle e gestão das próprias emoções !
Se temos tanta dificuldade em gerir as nossas emoções, como podemos querer ter a pretensão de controlar as atitudes, as emoções e os pensamentos dos outros ?
E mais, a pessoa que se sente controlada vai querer libertar-se desse controle ! É sempre assim !
Quem tudo quer, quase sempre tudo perde !
publicado por antonioramalho às 19:26
link do post | favorito

Amor ou Posse ?

O ser humano quer amar, deseja amar e ser amado, ardentemente, de forma sincera, total e fiel . Porque o amor é bom, porque o amor é o motor da vida, porque sem amor a vida deixa de ter sentido .
Amor em geral, amor família e amor passional .
Mas se o amor é único, é a solução, é o caminho....então porque continuamos a não ser felizes ? Porque continuamos a querer algo mais, sempre mais, porque continuamos a não saber verdadeiramente o que é o amor ? Porque continuamos a não sentir verdadeiramente o amor, o sentimento, a sensação ?
Talvez porque não saibamos amar; talvez porque confundamos o amor com posse; talvez porque desconfiamos sempre; talvez porque confundamos amor com dependência; talvez porque tenhamos medo.
No instinto de sobrevivência, no fenómeno do medo, encontramos o alicerce da questão : o ser humano, de modo inato, quer possuir, até o próprio amor; até o próprio objecto do amor .
E isto porque tem medo de perder !
Será o instinto de sobrevivência ?
Na natureza, vencer ou ser vencido !
Viver através da posse; possuir para viver . E, no entanto, quem vive aprisionado ? Quem vive condicionado pelo medo contínuo de perder ?
A ave, dentro da gaiola, não tem alegria; o seu canto não tem o brilho, o vigor, a felicidade duma ave livre ...
Porque razão queremos aprisionar o amor ?
Porque não acreditamos em nós, nem no amor ?
Porque razão quando amamos, queremos possuir ? E, possuindo, não queremos perder !
Básicamente, não queremos perder !
Básicamente, não confiamos em nós!
Básicamente, temos medo de ficar sós !
O ser humano foge contínuamente de estar só; é um medo enorme da solidão ! Porque não gostamos de nós, porque estamos contínuamente à espera que o outro alguém nos traga a felicidade.
Ou será porque o ser humano foi criado para não estar só! Não conseguimos estar sós, porque fomos programados para dar : dar e receber ! E estando só, não sabemos dar a nós próprios !
No fundo, o querer possuir, o ser nosso é uma limitação da felicidade, porque gera cíume, desconfiança, conflitos e discussões .
O amor nunca poderá florescer, se estiver enclausurado . É como uma flor numa jaula, que dificilmente crescerá, porque não há espaço para a criatividade, nem espaço para o próprio crescimento .
E, sem crescer, tudo pára e morre. Até o amor !
publicado por antonioramalho às 16:40
link do post | favorito
Sábado, 10 de Dezembro de 2005

Falta de respeito ou egoismo ?

Diáriamente somos confrontados com a face mais agreste da vida : o egoísmo! Em qualquer situação, em qualquer atitude encontramos sempre o primeiro segmento : primeiro eu, depois eu, e depois eu ...
Onde está a generosidade ? Onde está a compaixão ? Onde está a amizade ? Onde está o amor ?
O exemplo mais paradigmático ocorre no trânsito ! Quem deixa passar quem ? Quem cede a passagem ao outro ? Mas em todas as situações em que o nosso ego esteja em competição; aí as coisas complicam-se ! Até poderá haver alguma generosidade, alguma tolerância, alguma sensibilidade, alguma simpatia !! Mas quando o nosso ego está em competição por algo ou alguém, aí as hipóteses de desprendimento são reduzidíssimas !
Afinal nós estamos voltados para a autosatisfação, estamos voltados para a nossa sobrevivência . Penso que o ser humano foi criado para receber; ou então dar depois de receber!
Mas afinal é dando que se recebe no caminho da felicidade ! Portanto a lógica do ser humano está errada!Se queremos evoluir como seres humanos teremos que dar e dar e dar; ou seja teremos que aprender a não ser egoístas, a não pensarmos só em nós, porque isso não nos realiza como seres humanos e não nos permite caminhar ! Se queremos caminhar teremos que ser solidários, gentis, sensíveis, ou seja, os egoístas isolam-se e são infelizes, e os empáticos conseguem realizar-se e sorrir à vida !
publicado por antonioramalho às 22:44
link do post | favorito
Sábado, 3 de Dezembro de 2005

A realidade não é... os nossos pensamentos.....

Os pensamentos determinam os nossos sentimentos . São também os nossos pensamentos que determinam o que pensamos sobre os outros ! Quantas vezes estabelecemos uma primeira impressão sobre uma determinada pessoa...e essa mesma impressão vai determinar o que sentimos ( ou gostamos ou temos aversão ) em relação a essa pessoa . Nós pensamos que a nossa intuição está sempre certa ...e a partir daí não comteporizamos; nem sequer pensamos que possamos estar errados . damos um valor absoluto à nossa intuição e aquela nossa primeira impressão; e não temos a flexibilidade ou mesmo a capacidade de colocarmos sequer a hipótese remota de que possamos estar errados . Porque não colocamos em dúvida essa nossa intuição ? Porque razão pensamos que estamos sempre certos ? Que juízes somos nós ? Quem julgamos e quem nos deu essa capacidade para julgar ? Quantas relações não tiveram a mínima hipótese devido a um erro de má impressão inicial ? Quem poderá dizer que estamos certos ? Porque razão damos uma importância tão grande à nossa primeira impressão ?
Porque não temos a capacidade de controlar os nossos pensamentos ? Quem tem a capacidade de dizer que os nossos pensamentos são correctos ?
Então porque razão não temos a capacidade de gerir, controlar e manipular os nossos pensamentos ? Diria mesmo que a chave da felicidade e o segredo da vida está na capcidade de gerirmos os pensamentos . Quem controla os pensamentos, controla e gere as emoções . Quem gere as emoções é feliz ! AFINAL O SEGREDO DA VIDA, O SEGREDO DAS RELAÇÕES INTERPESSOAIS ESTÁ NOS PENSAMENTOS ! AFINAL O SEGREDO DA VIDA ESTÁ NOS PENSAMENTOS !
Estabelecendo o controle sobre os pensamentos atingiremos uma sensação de plenitude ....a felicidade estará ali !
publicado por antonioramalho às 19:43
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010