.posts recentes

. Só tu e eu

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. O que distingue o tempo q...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. ...

. O sentido para a vida

. O amor é vida

. DIA DA MÃE

.arquivos

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Dezembro 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

No silêncio do Coração.............

No silêncio do coração, acordamos, crescemos comos seres humanos e percebemos a dicotomia dos opostos: No silêncio da dor encontramos o amor; no silêncio da maldade encontramos a força interior; no silêncio das lágrimas encontramos a alegria; no silêncio da vida encontramos um sentido!!!!

No silêncio do ser humano , sentimos uma paz interior e uma harmonia, expressão do equil~ibripo bio-psico-emocional e espiritual . Percebemos que não estamos sós, que existem outros seres huamnos que partilham e sabem partilhar emoções e sentimentos, positivos, mas também negativos; no silêncio das palavras, encontramos amor...........imenso amaor para dar...................

No silêncio do olhar..........expressamos dor , alegria, felicidade, infelicidade, alegria, sofrimento.......Queremos dizer mais.............mas as palavras, algumas vezes, perdem-se nos confins de algo.............

No silêncio das palavras, as pessoas olham em redor e desencantam-se: como é possivel ninguém pensar como nós? amar como nós? Onde estão as pessoas boas?

No silêncio do coração, os seres humanos param, têm a possibilidade de acordar, de sentir uma luz, de sentir vontade de vencer, nele proprio, na vida e no Mundo...Mas vencer, que é vencer? Fama, glória, dinheiro  ?Que ilusão! Se a vida é tão curta, tão preciosa..........porque a desperdiçamos em troca do .....nada? Só o amor existe! Só o amor é real! Só o crescimento e a evolução como seres humanos é intrinsecos a nós! O resto, o verbo Ter....é exterior, apenas um adereço!

No silêncio do coração..........encontramos a paz interior e o amor, aprendemos a estar sós, sem sentir solidão!

Não somos mais, nada mais do que um momento, um fragmento do tempo, na própria realidade: Há 300 anos, ninguém sabia que nasceríamos um dia e daqui a 300 anos ninguém saberá que existimos! O que somos afinal, senão a essência do proprio ser?

No silêncio do coração............nós somos nós! Em humildade...............

 

sinto-me: Acredito no Amor........
publicado por antonioramalho às 18:13
link do post | favorito
3 comentários:
De Maria a 11 de Abril de 2007 às 21:48
Amar em silêncio..........

Amar em silêncio é como ter asas e não poder voar!!!!!!!!
Existem vários tipos de pessoas e várias formas de amar!!!!!!!!!
O amor alimenta o nosso coração,como a água mata a sede!!!!!!!!!!!!!!!!!
Amar faz bem ao coração e ao nosso interior. Como costumo dizer,faz bem à pele e prolonga a vida!!!!!!!!!
Amar faz parte do nosso crescimento e desenvolvimento humano!!!!!!!!!!!
As pessoas boas são aquelas que têm um bom coração,que sabem amar,respeitar,ouvir,escutar,partilhar e sobretudo dar sem cobrar!!!!!!!!!
BJS
Rodhon
De rose1 a 11 de Abril de 2007 às 23:44

Apenas uma palara " mágnifico"..........
um beijiho
De Isaura a 12 de Abril de 2007 às 20:33
No silêncio dos pequenos gestos encontramos a amizade...
ID

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
15
16
17
22
25
26
27
28
29
30
31

.links

.Visitantes desde Junho de 2010