.posts recentes

. O que diz mostrar o coraç...

. Livro ebook " Porquê Sof...

. Sob o céu de Paris

. Querer ser o que é

. São letras de mim no cami...

. Os passos ao vento

. No pomar dos abracinhos

. Olhar o suspiro tão perto

. Dizer-te, a amar-te

. O infinito em lua cheia

. As saudades que eram

. A porta da paz e da felic...

. O sentimento que realment...

. A ilusão que não percebe ...

. Tantas vezes disseste não

. O canto de ser

. As lágrimas escolhem o qu...

. Pintar as flores sem cami...

. A flor que se esquece no ...

. O sinal que surgirá no cé...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sexta-feira, 29 de Setembro de 2017

A Ponte Entre Duas Árvores...

A conversa nos traços de felicidade de si, que ficou a mostrar o que esperava, é uma ajuda nas dificuldades.

Junto a si, o desejo que tem vivido na expressão da ideia que nos pode ajudar, forma o que convidava aos encontros amorosos.

Caminhar de mão dada, como passam na rua que abraça a história e que parecem as pernas a que pertence a impressão que determina as emoções.

Na vida, apanhamos o que nunca pensámos quase certo que pode ser a empatia para confiar, no que percebe o que só não havia na porta, à procura do que não temos.

O silêncio de um balanço que deixa escapar a luz, podendo tentar aceitar mais tempo, no que aprendemos, e que devia estar a suportar os sonhos.

O que não necessita de mais tempo, na melhor forma de ninguém para ver o prestígio que agradasse ao que a mensagem insistia em passar, dizendo o que fundava a tentação.

O instante que seriam as palavras que pudessem perguntar por eles.

Na afirmação como parecia, na estrada que soube procurar as lágrimas, supõe ver o que podiam deixar as decisões.

Ao tocar o seu caminho, queria parecer como se tivesse a sua vida, a voltar ao que dizia ser o imprevisível.

O que era um termo que chegara no luar, começava andando juntos,  de mão dada, representando a verdade que concede o que sentiam.

Poderia voltar a amar profundamente, o que seria o seu coração.

Deu a intenção do que seja possível, como um conto de fadas tornado realidade

 

publicado por antonioramalho às 18:52
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: