.posts recentes

. O que confessam os teus l...

. O que és tu

. Por um olhar

. Viver no sofrimento de me...

. O que ia parecer

. Para ser o que sinto

. Os pensamentos de ter

. Carta não entregue

. O que escreve uma lágrima

. Por amor

. Mais do que palavras

. O que precisava de fazer

. O que esperava

. A vida para sentir

. A cor do silêncio

. A raiz do medo

. O que encontrou, que havi...

. Sobressair na bondade

. O que o tempo não apaga

. O sentido que partilha a ...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Sexta-feira, 21 de Outubro de 2005

RESISTÊNCIA DA RODA DA VIDA

A roda da vida gira sem cessar pelas diferentes bandeiras, com simplicidade, harmoniosa e incessante .
Mas, em cada acontecimento ou situação, em cada momento, existem resistências a essa mesma roda da vida ; resistências e obstáculos dentro de nós e que nos impedem de alcançar essas bandeiras da virtude . E são 10 também :
- O ORGULHO - um dos maiores defeitos do ser humano ; o querer ter sempre razão, a percepção de ser o melhor em tudo...e de que somos os donos da verdade .
- TEIMOSIA - não reconhecermos os nossos erros, sabe-se lá porque razão...e persistir nesse erro, mesmo com evidência contrária da verdade .
- JULGAR - quem somos nós para julgar os outros, quem somos nós para pensarmos que somos os donos da verdade ?
- CULPA - um erro comum, assumirmos Culpa, em vez de responsabilização pelas nossas decisões e pelos nossos actos . Quando decidimos algo, devemos pensar apenas que é a nossa melhor decisão naquele momento e naquele contexto . Devemos isso sim é assumir a responsabilização .
- COMPARAÇÕES - porquê comparamo-nos com este ou aquele ? Os outros são os outros e nós somos nós . Porquê compararmo-nos com o melhor ou o pior ? Os contextos são diferentes : temos que perceber isso !
- OPINIÃO DOS OUTROS - devemos saber ouvir a opinião dos outros e respeitar essa opinião, mas isso nunca deverá ser decisivo em qualquer decisão que tomemos ! valorizá-la apenas quanto baste e não mais do que isso !
- MEDO - inúmeras causas de medo, autolimitantes...e que nos impedem de usufruir verdadeiramente dos verdadeiros momentos e inclusivé de tomar decisões que poderiam mudar completamente o rumo da nossa vida .
- CIÚME - não mais do que o medo de perder...algo, ou alguém ; por insegurança nossa, por incapacidade de assumirmos o nosso verdadeiro valor...deitamos tudo a perder .
- INVEJA - querer e desejar para nós o que é dos outros....e, acima de tudo, querer que os outros não tenham!

Roda que roda, roda que gira, sem parar ...e cujos ponteiros são afinal os nossos pensamentos e os nossos sentimentos !
Os nossos pensamentos é que determinam a nossa roda de vida .
Os nossos pensamentos é que determinam as deiferentes bandeiras e resistências .
Os nossos pensamentos é que determinam o caminho da Felicidade .
Os nossos pensamentos é que determinam o que somos .
ENTÃO, SE NÃO ESTAMOS BEM, SE NÃO SOMOS FELIZES, PORQUE RAZÃO NÃO MUDAMOS OS NOSSOS PENSAMENTOS ?
Penso mesmo que o código da vida está nos nossos pensamentos !
A vida tem um código...e a chave está nos nossos pensamentos !
publicado por antonioramalho às 12:00
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: