.posts recentes

. O que confessam os teus l...

. O que és tu

. Por um olhar

. Viver no sofrimento de me...

. O que ia parecer

. Para ser o que sinto

. Os pensamentos de ter

. Carta não entregue

. O que escreve uma lágrima

. Por amor

. Mais do que palavras

. O que precisava de fazer

. O que esperava

. A vida para sentir

. A cor do silêncio

. A raiz do medo

. O que encontrou, que havi...

. Sobressair na bondade

. O que o tempo não apaga

. O sentido que partilha a ...

.arquivos

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Janeiro 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Março 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

Quinta-feira, 31 de Janeiro de 2008

O exterior versus interior....

Superficialidade...egoismo...orgulho...ganância...ausência de verdade!....

Vidas que se baralham...vidas que se constroem...vidas que se destroem....vidas que nascem...vidas que morrem....

O frenesim do quotidiano.....num barralho de momentos mais ou menos bons....

Encontrei-me à porta de algo...à procura de algo....com necessidade de alguma coisa...e vivendo com um objectivo...de mim e dos outros...

Encontrei-me num momento de reflexão...A necessidade de mudar...a necessidade de compreender...a necessidade de acreditar que viemos ao Mundo com uma missão...

Mas existe ...a Sociedade...vivemos em Sociedade...Não somos ilhas....

A sociedade eivada de crenças, preconceitos...erros de desenvolvimento....

Afinal quem quer ser feliz?

Afinal alguém é feliz?

Afinal existe Felicidade?

No eco da multidão...aguém respira diferente...alguém olha diferente...alguém sente diferente...

No vazio do momento...não pensamos, deixamo-nos fluir...ao sabor do tempo....barco da vida aos solavancos pelos obstáculos!

No vazio da vida...encontramos salpicos ..de felicidade, momentos perdidos...numa odisseia sem rumo!

Barcos que cativam...ventos que desorientam...espaços por percorrer ..num tempo que não existe!

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 18:52
link do post | favorito
|
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2008

Saber decidir.....

Uma escolha. Muitas escolhas . Escolhas pouco importantes e escolhas marcantes e decisivas em termos da nossa caminhada pela vida..

O futuro e o destino estão intrinsecamente ligados e entrelaçados às escolhas que fazemos diáriamente....São essas mesmas escolhas que vão determinar não só a atitude no futuro, mas também as ocasiões e oportunidades e obstáculos que iremos encontrar..

O caminho da nossa vida não é linear...está preenchido com inúmeros cruzamentos que nos vão impor necessáriamente....uma decisão!

Por este ou por aquele caminho?

Fazemos isto ou aquilo?

Escolhemos isto ou aquilo?

Assumir uma escolha nunca deverá ser o resultado de....algo muito fácil e precipitado!

As escolhas são fundamentais na nossa vida! Deveriam ser sempre tomadas com amor, seriedade e serenidade....Pensar, reflectir imenso acerca dos prós e contra....e colocar sempre imenso amor nessas decisões....E, sobretudo, paciência para decidir!

Saber decidir...é necessário para o nosso equilíbrio interior e paz! Saber decidir é sempre o substracto básico para o nosso destino!

E não poucas vezes...uma escolha precipitada e com medo (ausência de amor) ....nos leva à perda de felicidade!

Quantas vezes .... não nos deixamos levar pela ansiedade, emoção descontrolada ou mesmo pela opinião dos outros ...nas nossas decisões?

Quantas vezes....negamos o amor...e voltamos a negar...como se ele não fosse essencial para a construção da felicidade?

Tantas e tantas vezes...que decidimos sobre o nosso orgulho....quando esse mesmo orgulho é a causa mais frequente de más decisões?

De facto, se as decisões são fundamentais...porque não decidir, sem ter por trás dessa decisão, emoções negativas, preconceitos e medo?

Porque não decidir sempre com amor?

Porque não decidir sempre com o coração?

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 19:02
link do post | favorito
|
Domingo, 6 de Janeiro de 2008

Uma simples folha de árvore.........

Era uma vez....uma folha de árvore....Uma simples folha de árvore....

Uma arvore frondosa, imponente e que se orgulhava de ter folhas de múltiplas cores...Vivia no cume mais alto da Serra da Vida...

Nasceu uma folha....Verdinha, simples e humilde..Uma folha de árvore brilhante e viçosa...

A folha de arvore recebia diáriamente os raios matinais de Sol e brilhava....dançava suavemente ao sabor do vento....Crecia suave e calmamente...

Cresceu, cresceu...mas a pouco e pouco...tornou-se triste...

Porque...porque....começou a invejar as aves que a visitavam diáriamente....e que pululavam de energia e alegria ...As aves voavam, voavam...e cantavam...canções de felicidade...E ela, uma simples folha de uma arvore.....apenas fazia de folha de uma arvore...mesmo que fosse de uma arvore imponente...

Olhava para as aves..e sentia inveja de não ser como elas...de voar...erguer-se bem alto nos céus...e percorrer o mundo...

Queria ser ave..queria desenhar no espaço as suas acrobacias...queria sorrir ao vento...e brincar com as crianças

Queria ser ave...queria, queria....e queria.....

O tempo passou...e a simples folha de uma árvore, que era verde...tornou-se amarelada e acastanhada....

Assim, a folha, que era verde e viçosa...perdeu a juventude e a vida....por querer ser uma ave..

...por querer ser quem nunca poderia ser.....

Então...num dia de Outono....um vento agreste passou pela árvore...e agitou a árvore...e a folhas de árvore, agora acastanhada...desprendeu-se...e voou...voou bem alto..andou quilómetros...e caíu inanimada no chão......levada pelo vento agreste...

Satitou ainda e voltou a saltitar...e desapareceu....

..........................................................................Tanta vida desperdiçada........

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 11:56
link do post | favorito
|
Sábado, 5 de Janeiro de 2008

O Homem que levava a música consigo...........

Era uma vez um Menino ...que vivia no dorso de uma ave.....na Terra do Nunca e do Sempre....

Era traquinas, irrequieto e ....francamente terrivel... A sua actividade diária era....básicamente...voar, voar sem destino...num corropio de energia...

Para as pessoas que o rodeavam, os dias eram um verdadeiro intricado de...adrenalina...

Mas, como acontece em todas as rotinas....ele cresceu....e também ele se cansou de voar! Afinal, era apenas outro ser humano a voar...entre muitos....

E ele queria ...mais, muito mais!

E partiu para a descoberta da Terra das emoções

No caminho, encontrou...uma Flor..Brilhante, colorida e cativante...

Olhou para ela e disse:

- eu quero ser o teu perfume!

A Flor ficou intrigada e estupefacta....Afinal nunca ninguém tinha querido ser o seu perfume...

Pensou, pensou...e aceitou....

E o menino mergulhou na Flor...e, num instante, passou a ser...o perfume mais cativante ....da Flor mais linda...

Mas....com o passar do tempo...ainda se tornou uma rotina maior....

A Flor não era dinâmica...como seria de supor...e isto apesar de ele se esforçar por espalhar-se e exalar para longe, bem longe....Mas dissipava-se sempre...e voltava novamente para a Flor linda do caminho....

E então....um belo dia....deixou de ser o perfume da Flor mais linda...

Caminhou..caminhou...Voltou a caminhar e a caminhar....

Nada o motivava....

O algo mais que queria...não aparecia!

Um dia passou por ele uma estrelinha....

E, num suspiro, os seus olhos arregalaram-se de emoção ..e rápidamente decidiu...

- Eu quero ser a tua luz!

E tornou-se ...luz!

Como adorou tornar-se a luz da estrelinha...Iluminou tudo e todos..aqueceu os corações das pessoas que encontrava...e, o que o alegrava mais....era poder iluminar as pessoas que estavam na escuridão da vida....

Como era lindo....tornou tudo mais colorido e brilhante....

Irradiou felicidade para ele e para os outros....

Mas....um dia descobriu que ...não conseguia iluminar...nos dias brilhantes...

Que desilusão para ele!

Então...um dia....voltou a caminhar...à procura de algo mais...

E caminhou....caminhou....

Após muito caminhar...encontrou uma viola....

E....súbito, súbito....rápidamente soube que...queria ser o Homem...que levava a música consigo....

De repente,    percebeu  que.....aquela era a sua missão na vida!

Por onde passava....levava sempre alegria e felicidade! Era o verdadeiro ...portador da felicidade!

Como alguém disse......o seu segredo era a persistência! A sua força era a humildade! E a sua alegria era...nunca desistir de sonhar....

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 21:49
link do post | favorito
|
Quinta-feira, 3 de Janeiro de 2008

A melhor prenda......................

Não são carros, nem casas, nem barcos.....

Ter tudo e nada ter....

Dinheiro, muito dinheiro.....conquistar o Mundo....Mera ilusão!..........

O que existe , na realidade, é apenas....o que somos!....O que vive em nós e de nós.....é a Sabedoria, a capacidade de evoluirmos e crescermos como seres humanos....

Nada mais ficará.................Não temos nada e quando morrermos não levaremos nada...a não ser...o que somos e sabemos!!!

Não ficará nada...a não ser o que crescemos interiormente.....

Dias que correm

Noites que se esvaem.........

Somos apenas o que somos e sabemos....não somos o que temos!

Os dias passam, as madrugadas multiplicam-se......numa adição para a velhice e para a morte..

Em nossa casa interior e exterior.....apenas temos...sabedoria para caminhar....Apenas e só! Não conseguimos carregar nada mais....

Luzes!....Um pôr-do-sol! ...Nascer do sol.............olhares, pensamentos, música e vida.............

Luzes que crescem dentro de nós próprios...Luz que é o amor...dentro do coração!

Amor...amor e só amor....o fruto da arvore mais apetecida!..............

Amor...o fruto que nos alimenta e nos faz sorrir!...O fruto que nos aquece o interior!

Que prenda para oferecer?

Certamente....um pacote com sementes de compreensão, tolerância e perdão...........para que cresçam e façam arvores profundas e imensas.....

A humanidade agradece.............e nós ficamos mais felizes......................

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 16:20
link do post | favorito
|
Terça-feira, 1 de Janeiro de 2008

Nasceu uma Flor..............

Uma flor...

Flor de vida...flor de tempo....

Nasceu uma flor....num jardim de ervas..Numa vida sem cor...

Dia de sol...dia de lua...Encontro de vidas...Na sombra, no momento...no próprio instante...

Um dia algures....

Alguém...numa dimensão diferente...

Semente que dá cor...semente que dá vida!

Um dia, ao acordar...nasceu a semente em flor!

Uma pomba que esvoaça no encanto do movimento...

Um olhar que serpenteia pela vida...

Lá ao longe...tudo está igual..Encontros entre iguais...

Uma fonte que jorra...água da própria música....

Na sombra da mesma luz...imagens que se perdem numa realidade que não existe!..

Anada comigo...dá-me a mão....e caminha comigo!...Murmúrios de sonhos!

As flores que não crescem...

A água vai correr...a vida vai florescer...o caminhar atento ao despertar...

O perfume da flor irradiou para o coração de quem a recebeu....e quem a deu recebeu uma luz!

A luz que faz crescer....

Imagens de flores que não crescem como arvores...nem arvores que vivem como casa...

A flor cresceu ela mesma...como flor...

Ao amanhecer...a flor....exalou o seu perfume para todos os caminhantes...

A cidade fcou iluminada....o vento correu veloz...os olhares entrecruzaram-se...e o relógio que não pára!...

O silêncio que se manifesta...nos olhares vazios....

O perfume que existe por exalar nesses mesmos olhares...

a luz que visita os corações aquecidos nesse mesmo perfume...

O perfume de uma flor...que fica nas mãos de quem oferece essa flor...e a luz que fica sempre no coração de quem a recebe...

Um olhar para além da própria realidade....numa realidade em que o tempo não existe...

O tempo somos nós.....o tempo é relativo...

O tempo é longo para quem espera...o tempo é curto para quem ama....

Viver para além da realidade....viver para além do tempo...é sentir o perfume da flor do amor..

A flor do amor nasceu....algures alguém a colheu; algures alguém a ofereceu; algures alguém a recebeu.....

A flor do amor existe...para além do tempo e da realidade...

E só quem sente o perfume dessa flor...consegue ver para além do olhar e sentir para além da vida...

O perfume da flor marca a diferença.....na dedicação à vida, no sentir a vida, no viver o tempo!

Nas palavras, no olhar, nos gestos e atitudes....sentir o perfume da flor ...é crescer! Respirar esse perfume é viver................

sinto-me: feliz nesta caminhada
publicado por antonioramalho às 16:02
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.links

.Visitantes desde Junho de 2010

.De onde visitam: